Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Em sua provável última chance’, Holanda estreia na Eurocopa

Pode-se afirmar que o Grupo B desta Eurocopa é o famoso ‘grupo da morte’. Composta por Holanda, Alemanha, Portugal e Dinamarca, esta chave tem início neste sábado, às 13 horas (de Brasília), com o jogo entre a Laranja Mecânica e os dinamarqueses, que duelam no Estádio Metalist, em Kharkiv (Ucrânia).

Vice-campeã mundial em 2010, na África do Sul, a Holanda é apontada como uma das favoritas para o título da competição continental, juntamente com Espanha e Alemanha. O técnico dos holandeses, Bert Van Marwijk, usará na Euro-2012 a mesma base que bateu na trave há dois anos atrás. Os atacantes Robben e Van Persie e o meia Sjneider têm a missão de fazer com que a Holanda volte a conquistar a Europa, feito que não acontece desde 1988.

No entanto, o segundo lugar na Copa do Mundo deve ser encarado como motivação pelos holandeses, como afirma o capitão Van Bommel. ‘Perder aquela final em 2010 serve de motivação agora para a Euro de 2012’, disse. ‘Nós percebemos que, talvez, esta seja a última chance de nós ganharmos uma competição deste porte’, acrescentou o atacante Kuyt.

Além de carregar a fama de ‘vice’, a Laranja Mecânica deverá ter outro obstáculo na competição continental: o racismo. Durante os treinamentos da seleção holandesa nesta semana, torcedores locais proferiram gritos racistas, imitando sons de macacos, aos jogadores. O fato foi lamentado pela delegação holandesa, que prometeu relatar à Uefa, entidade máxima do futebol europeu, caso isto volte a acontecer nos jogos oficiais.

Já no lado da Dinamarca, a ordem é simples: surpreender. ‘Nós não temos grandes estrelas como a Holanda tem’, assumiu o defensor Agger. Mesmo assim, os fatores mentais podem fazer diferença para a zebra Dinamarca. ‘Todos estão concentrados e nós estamos em uma boa condição psicológica’, revelou o técnico Olsen, no comando da Dinamarca desde 2000.

A Dinamarca ainda vem desfalcada para este encontro. O volante de 27 anos Niki Zimling, que atua no Club Brugge, da Bélgica, sofreu uma lesão ainda desconhecida na perna esquerda e foi levado por uma ambulância nos treinamentos que finalizaram a preparação dinamarquesa.