Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Chicão não fica nem no banco do Corinthians no clássico

Por Da Redação 21 set 2011, 13h46

Por AE

São Paulo – O zagueiro Chicão não ficará sequer no banco de reservas do Corinthians durante o clássico contra o São Paulo, na noite desta quarta-feira, no Morumbi, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro. Barrado do time pelo técnico Tite, o jogador, que era titular corintiano desde 2008, pediu para não ser relacionado para o confronto.

A explicação oficial do clube, divulgada em seu site oficial, é de que Chicão teria pedido para ficar de fora do banco no clássico desta quarta-feira “para que pudesse treinar e, assim, recuperar a melhor condição”. Assim, o Corinthians nega qualquer insatisfação do zagueiro por ter sido sacado do time titular.

Tite anunciou na terça-feira que Chicão iria para o banco de reservas, por causa do fraco rendimento da defesa corintiana nos últimos jogos. A decisão, porém, surpreendeu pela trajetória do zagueiro. Há mais de três temporadas no clube, ele é apontado como um dos líderes no grupo e vinha sendo o capitão desde a aposentadoria do atacante Ronaldo no início do ano.

Mesmo aparecendo como segunda melhor defesa do Brasileirão, com 26 gols sofridos, atrás apenas do Palmeiras (24), o Corinthians sofreu 16 gols na últimas nove partidas. Assim, Tite decidiu mudar a zaga, barrando Chicão e escalando Wallace e Paulo André como titulares. Já o zagueiro Leandro Castán atuará improvisado na lateral-esquerda, no lugar do lesionado Ramon.

Continua após a publicidade
Publicidade