Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Batista é demitido da seleção argentina

Por Maxi Failla 26 jul 2011, 08h58

Sergio Batista não é mais técnico da seleção argentina de futebol, após o fracasso na Copa América, informou nesta segunda-feira a Associação do Futebol Argentino (AFA).

O porta-voz da AFA Ernesto Cherquis Bialo confirmou a saída de Batista na noite de hoje, mas não informou o nome do novo técnico da Argentina.

Segundo a imprensa especializada, o cargo estaria entre Alejandro Sabella e Gerardo Martino.

Sabella, que liderou o Estudiantes na conquista de uma Copa Libertadores, tem contrato com uma equipe dos Emirados Árabes Unidos; e Martino é o atual técnico da seleção do Paraguai.

Depois de substituir Diego Maradona há menos de um ano, Batista foi demitido pela AFA devido à eliminação da Argentina nas quartas de final da Copa América, na disputa de pênaltis, após empate por 1 a 1 contra o Uruguai.

Continua após a publicidade

A saída de Batista foi decidida pelo Comitê de Seleções da AFA, presidido por Julio Grondona, que justamente foi o promotor da entrada de Batista na equipe principal.

O porta-voz da AFA destacou que “Batista não foi despedido”, mas a Associação decidiu “rescindir seu contrato de maneira unilateral”.

Antes de assumir a seleção principal, Batista liderou a Argentina na conquista da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008.

Durante sua gestão, iniciada em agosto de 2010, Batista dirigiu a Argentina em 17 partidas, obtendo 8 vitórias, 6 empates e 3 derrotas.

A saída de ‘Checho’ é mais um capítulo da instável seleção argentina, que teve cinco técnico em menos de sete anos: Marcelo Bielsa (2004), José Pekerman (2004/06), Alfio Basile (2006/08), Diego Maradona (2008/2010) e Sergio Batista (2010/11).

Continua após a publicidade

Publicidade