Clique e assine a partir de 9,90/mês

Protestos abrem segundo final de semana de Rock in Rio

Imagens da ativista Greta Thunberg, da vereadora Marielle Franco e da menina Ágatha Félix foram exibidas durante show

Por Jana Sampaio, do Rio de Janeiro - Atualizado em 3 out 2019, 20h38 - Publicado em 3 out 2019, 20h07

A banda brasileira Francisco, el Hombre e a cantora colombiana Monsieur Periné deram início às apresentações do Palco Sunset nesta quinta (3), abrindo o segundo final de semana de Rock in Rio. Durante o show, os artistas discursaram em defesa do meio-ambiente e das mulheres, enquanto eram exibidas imagens da da vereadora Marielle Franco, assassinada em 2018, da menina Ágatha Félix, morta em setembro, e da ativista sueca Greta Thunberg.

A frase “mentira acima de tudo, censura acima de todos” também foi estampada no telão, despertando os gritos de protesto da plateia contra o Presidente Jair Bolsonaro, cujo slogan de campanha era “Brasil acima de tudo, Deus acima de todos”. Os artistas fizeram ainda uma homenagem ao cacique Raoni, enquanto a plateia gritava “Amazônia pegando fogo”.

O meio ambiente foi um dos assuntos comentados também por Dona Onete, segunda atração do dia no Palco Sunset. “O Pará está bombando, mas a Amazônia tá queimando. Canto com o coração contra tudo isso que está acontecendo. Mas tenho fé em Deus que vai acalmar”, disse a cantora o paraense de 80 anos, que dividiu o palco com Fafá de Belém, Gaby Amarantos, Jaloo e o guitarrista Lucas Estrela.

Publicidade