Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

James Franco é acusado de assédio sexual por cinco mulheres

Em reportagem do 'Los Angeles Times', atrizes contam que o americano tentou explorá-las durante filmagens de seu curso de atuação

O que era apenas um rumor na segunda-feira ganhou mais peso nesta quinta-feira. Segundo reportagem do Los Angeles Times, cinco mulheres acusam o astro James Franco de assédio e abuso sexual. Quase todas eram alunas da escola de atores que leva o nome dele, a Franco Studio4. Outra era uma atriz aspirante que o considerava um mentor.

Os depoimentos falam de comportamentos totalmente inapropriados em filmagens. A atriz Sarah Tither-Kaplan contou que Franco convocou algumas moças para gravar uma cena de orgia que não constava no roteiro. Enquanto simulava fazer sexo oral nelas, ele removeu o tapa-sexo que cobria a vagina dela sem consultá-la e continuou a encenação. Outras mulheres passaram pelo mesmo constrangimento. “Sinto que aconteceu um abuso de poder”, afirmou à reportagem. “Há uma cultura de explorar mulheres que não são famosas, uma cultura de que as mulheres são substituíveis”.

Em outra cena, que tinha uma boate de striptease como locação, Franco teria se irritado e deixado o local quando as atrizes se recusaram a fazer topless, cena que também não estava prevista. Hilary Dusome, aluna de Franco na escola de atuação, estava entre elas e disse ter achado o ambiente nada profissional“Não acho que ele começou a ensinar com más intenções, mas foi para um caminho ruim que prejudicou várias pessoas”, analisou.

As primeiras histórias envolvendo o nome de Franco apareceram nas redes sociais, logo após ele vencer o Globo de Ouro de melhor ator em comédia ou musical por Artista do Desastre, também com roteiro e direção dele. Na cerimônia, ele usou o pin da campanha Time’s Upcontra o assédio sexual em Hollywood. No Twitter, algumas mulheres consideraram uma atitude hipócrita e começaram a citar casos de mau comportamento sexual dele.

“Que fofo esse pin do Time’s Up, James Franco”, escreveu a atriz Violet Paley, a primeira a se manifestar. “Você se lembra de quando empurrou a minha cabeça para perto do seu pênis exposto no carro? E aquela outra vez em que você falou para uma amiga minha ir até o seu hotel quando ela tinha 17 anos”.

Na segunda-feira, o ator foi ao talking show de Stephen Colbert e disse que as acusações eram “imprecisas”. Agora, ao jornal, Violet contou que os dois estavam no carro dele apenas conversando quando ele tentou obrigá-la a fazer sexo oral nele. “Eu fiquei realmente nervosa e disse: ‘Podemos fazer isso depois?’. Ele estava abaixando a minha cabeça e eu não queria que ele me odiasse, então fiz isso”, revelou. O advogado de Franco negou todas as acusações.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Só Pra Contrariar – Depois do Prazer
    Alexandre Pires….. Cadê Tu Meu Rei ?

    Curtir