Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Uma seleção com os principais restaurantes orientais de Curitiba

Lista inclui o campeão Swadisht, eleito o melhor da categoria pelo júri de VEJA

Por Josi Basso, Larissa Angeli, Letícia Cardoso, Mara Andrich, Rosane Freire e Rosângela Machado 4 set 2018, 18h46

+ Swadisht é o melhor restaurante oriental de Curitiba

Aizu

Uma sala à parte comporta até dez pessoas, e, no elegante salão, as mesas dividem espaço com o lugar requisitado: o balcão de onde dá para ver o trabalho dos sushimen. O carpaccio de salmão trufado com limão-siciliano e flor de sal (R$ 57,00, dez fatias) pode ser seguido de uma dupla de sushi de atum e foie gras (R$ 61,00) e outra de wagyu (R$ 48,00). O menu degustação em quatro tempos custa R$ 245,00 por pessoa. Rua Senador Xavier da Silva, 19, São Francisco, ☎ 3053-0420 (53 lugares). 19h/23h30 (sex. e sáb. até 0h; fecha dom.). Aberto em 2015. $$$$

Azuki

É preciso chegar cedo para conseguir um lugar na esteira, onde pratos quentes, sashimis e sushis circulam em sistema de rodízio (R$ 87,00 por pessoa). Nas mesas do salão, prevalece o serviço à la carte, com pedidas como o dragon azuki, um sushi de shimeji e camarão enrolado em salmão e flambado no conhaque (R$ 30,00, oito unidades). O combinado degustação custa R$ 100,00 (26 peças) e a caipirinha de fruta à base de saquê, R$ 17,00. Avenida Anita Garibaldi 755, Ahú, ☎ 3027-2767 (165 lugares). 11h30/15h e 18h30/23h30 (qui. a sáb. jantar até 0h; fecha dom.) Aberto 2009. Aqui tem iFood. $$

Hwa Kuo

A segunda geração da família Wu continua a preparar as receitas seguindo rigorosamente o que aprendeu com o patriarca nascido em Xangai e a matriarca, de Hong Kong. O rolinho primavera (R$ 9,00 a unidade) abre o apetite para o pato frito ao molho de soja, alho e gengibre (R$ 85,00, para dois). Este combina com o pão no vapor (R$ 10,00, duas unidades). Na sobremesa, poucos resistem à banana caramelada (R$ 35,90, quatro unidades). Tem bufê de almoço de segunda a sexta (R$ 25,90). Alameda Princesa Izabel, 1600, Bigorrilho, ☎ 3335-2480 (100 lugares). 11h30/14h e 18h/22h (sáb. e dom. almoço até 15h; sex. e sáb. jantar até 22h30; fecha seg.). Aberto em 1978. Aqui tem iFood. $$

Imperial da China

O restaurante da família Hau monta bufê de almoço durante a semana, e nele predominam as receitas típicas, do tipo rolinho primavera, frango xadrez e macarrão crocante, um yakissoba frito (R$ 24,90 por pessoa). Aos sábados e domingos e no jantar o serviço é à la carte e as porções satisfazem duas pessoas, caso do arroz bomba — torrões de arroz frito ao molho oriental com legumes e camarão (R$ 55,00). O bule de chá de jasmim serve até três pessoas (R$ 6,50). Rua Fernando Amaro, 508, Alto da XV, ☎ 3262-7807 (150 pessoas). 11h45/14h e 18h30/23h (seg. a qua., só almoço; sáb. e dom. almoço 11h/15h). Aberto em 1978. $

Kan

Casais preferem ficar no lounge, grupos de amigos se juntam no tatame e as famílias se acomodam no salão principal. Há duas versões de rodízio: na tradicional, circulam mais de trinta receitas frias e quentes (R$ 89,90 por pessoa); na especial, são acrescidos pratos com vieira, trufa e foie gras (R$ 139,90 por pessoa). Do menu avulso, quem pede o salmão sakai recebe pedaços de peixe no papelote com abacaxi, legumes e cogumelos, junto de gohan (R$ 69,00, para dois). Avenida Presidente Getúlio Vargas, 3121, Água Verde, ☎ 3078-8000 (283 lugares). 19h/23h30 (sáb. 12h/16h e 19h/23h30; dom. só almoço 12h/16h). Aberto em 2006. Aqui tem iFood. $$

Kandoo

Entre os destaques do bufê montado no almoço (e no jantar às segundas e terças), figuram o sushi de pinhão e os peixes gralhados do litoral paranaense, como tainha e pargo (R$ 75,00 o quilo). Quem escolhe o rodízio tem acesso a oitenta pratos quentes e frios, com polvo e camarão em diferentes preparos, e à vontade (R$ 85,00 por pessoa). No menu avulso, o lámen à base de missô com macarrão japonês, alga, carne de porco, ovo e broto de feijão custa R$ 32,90. Às sextas, quem não usar o celular ganha um brigadeiro de sobremesa. Rua Alexandre Gutierrez, 732, Batel, ☎ 3206-3206 (60 lugares). 11h30/14h30 e 18h30/23h30 (fecha dom.). Aberto em 2013. Aqui tem iFood. $$

Karê Ya

Especialidade da casa, o karê (curry japonês) é um molho condimentado e espesso que aparece no cardápio em 25 variações e três níveis de pimenta, todas acompanhadas de arroz. A mais pedida vai junto de lombo de porco empanado (R$ 38,00). O karê também aparece no bufê de almoço (R$ 59,90 o quilo), ao lado de 24 tipos de sushi, saladas e pratos quentes. Rua Conselheiro Dantas, 822, Rebouças, ☎ 3527-5175 (52 lugares). 11h30/14h30 e 18h30/22h30 (qua. só jantar; dom. jantar até 21h30; fecha seg. e ter.). Rua Augusto Stresser, 724, Juvevê, ☎ 3152-6666 (86 lugares). 11h30/14h15 e 18h30/22h15 (fecha dom.) Aberto em 2010. Aqui tem iFood. $

Keiji

Na casa em que viveu sua infância, Fabíola Heil comanda o restaurante de sistema à la carte, ao lado do marido e do pai. Seis fatias finas de salmão recheadas de cream cheese e shimeji, flambadas à mesa em conhaque, compõem o prato vulcano (R$ 54,90). Massa recheada de carne de porco e repolho, a porção de guioza contém seis unidades (R$ 49,90). Adoça o paladar o tempurá de sorvete com casquinha de pão de ló e sucrilhos (R$ 49,90, para dois). Rua Doutor Roberto Barroso, 1501, Mercês, ☎ 3044-1415 (45 lugares). 18h30/23h (fecha dom. e seg.). Aberto em 2010. $$$

Continua após a publicidade

Kenji Kaiten

Na esteira rolante (48 lugares) e no salão principal dá para pedir o rodízio (R$ 82,90 por pessoa), que inclui um minicaldeirão de pescados gratinados. O foguinho, um sushi de salmão flambado, passa pela esteira em chamas. Outros pratos quentes são combinados com os garçons. Tem serviço à la carte. Rua Eurípedes Garcez do Nascimento, 630, Ahú, ☎ 3153-0081 (142 lugares). 11h30/14h15 e 19h/23h30 (seg. e ter. só almoço; fecha dom.). Aberto em 2013. Aqui tem iFood. $$

Lagundri

O restaurante ocupa duas casas centenárias, e a iluminação difusa revela aos poucos a decoração oriental. Sabores do Sudeste Asiático, em especial da Tailândia, são extraídos de ingredientes típicos, vários com passagem pelo pilão de pedra tailandês. Na medida para uma boa entrada, o ninho do dragão ao molho de ameixa é um dumpling de massa de tempurá recheado de porco (R$ 27,00). Depois, o masaman curry contém filé-mignon, batata- doce assada, chips de batata e castanhas, em um molho bem condimentado (R$ 70,00). O desfecho pode ficar a cargo da sobremesa taj mahal, uma paçoca de amendoim com especiarias, iogurte de coco, sagu e compota de manga (R$ 20,00). Rua Saldanha Marinho, 1061, centro, ☎ 3232-7758 (85 lugares). 11h30/14h30 e 19h30/23h30 (sex. e sáb. até 0h; fecha dom.). Aberto em 2004. $$$

Lamen House

O japonês Tatsuya Sodeyama, no Brasil há vinte anos, recebe a clientela e supervisiona o preparo das três versões de lámen, especialidade da casa. Na montagem mais pedida, o macarrão artesanal é mergulhado no caldo aromático junto de carne de porco, alga, ovo e cebolinha (R$ 32,00). Quem quiser variar pode pedir o apimentado karê com camarão empanado (R$ 40,00). Rua Petit Carneiro, 272, Água Verde, ☎ 3342-8767 (40 lugares). 11h30/14h e 18h40/22h15 (seg. só jantar; fecha dom.). Aberto em 2005. $

Nou Nikkei Cuisine

Bebericando pisco passion, um coquetel feito de pisco, suco de limão, maracujá e physalis (R$ 26,00), casais e pequenos grupos estudam o cardápio em ambiente intimista. A fusão nipo-peruana da cozinha é exibida na degustação de ceviche, uma entrada à base de peixe branco, salmão e atum (R$ 70,00), e no bastante requisitado sakana nou, em que o pescado grelhado e perfumado em manteiga cítrica — a escolher entre salmão, peixe branco do dia ou atum —, é entregue sobre arroz cremoso de queijo, shiitake, cebolinha e pasta de pimenta amarela peruana (R$ 66,00). Rua Fernando Simas, 333, Batel, ☎ 3538-6956 (70 lugares). 19h/23h30 (sex. e sáb. 12h/15h e 19h/0h30; dom. 12h/15h dom; fecha seg.). Aberto em 2016. Aqui tem iFood. $$$

Sushi Arte

À la carte, no jantar, o carpaccio de atum ao suco de limão, shoyu, gengibre e nabo (R$ 59,00) precede o combinado do chef (R$ 69,00). Monta bufê de almoço, para comer à vontade ao preço único de R$ 74,90 (segunda a sexta) ou R$ 79,90 (aos sábados). O chá verde é cortesia. Um dos pratos quentes mais escolhidos é o shiitake com frutos do mar e raiz bardana. Avenida dos Estados, 95, Água Verde, ☎ 3022-7704 (48 lugares). 11h30/14h e 19h/23h (sáb. almoço até 14h30; fecha dom.). Aberto em 2010. Aqui tem iFood. $$$

Taisho

Cada um dos três endereços tem uma proposta diferente para oferecer sushis, sashimis e pratos quentes. No 1848 da Avenida Iguaçu, o carro-chefe é o rodízio (R$ 89,00 por pessoa). Na casa com a proposta yakiniku, na mesma rua, número 1836, as comidas são enfileiradas no bufê e tem churrasco ao estilo japonês preparado à mesa (R$ 70,00 por pessoa). No Batel, o almoço sai a R$ 74,00 o quilo. Avenida Iguaçu, 1848, Água Verde, ☎ 3244-1129 (240 lugares). 12h/15h e 19h/24h (seg. a sex. só jantar). Mais dois endereços. Aberto em 2000. Aqui tem iFood. $$

Tuk Tuk

Sabores indianos e tailandeses prevalecem no menu. Entre os principais, são sempre escolhidos o macarrão de arroz frito, o frango assado marinado em iogurte e especiarias e o vegetariano tandoori, à base de cogumelos, couve-flor, batata com ricota e especiarias. No almoço de terça a sexta, os pratos custam R$ 27,00. Aos sábados, R$ 30,00. As exceções são o carneiro e o camarão ao curry, vendidos a R$ 35,00 e R$ 40,00, respectivamente. Samosas (R$ 10,00 a unidade) abrem o apetite, enquanto chá de limão e gulab jamun — um sonho de leite em pó em calda de rosas e cardamomo — completam a refeição, a R$ 6,00 cada um. Rua Camões, 1888, Hugo Lange, ☎ 3354-5125 (60 lugares). 11h30/21h30; fecha dom. e seg. Aberto em 2013. Aqui tem iFood. $

Tun Fang

Receitas de toque caseiro são dispostas lado a lado no bufê livre com dezesseis pratos quentes e quinze frios, mais salada de frutas e banana caramelizada (R$ 23,50 de terça a sexta e R$ 28,00 aos sábados e domingos). São muito procurados o yakissoba vegetariano com legumes da época e massa artesanal, o rolinho primavera e o camarão frito. Escolha descomplicada, a cerveja pilsen Kirin Ichiban, em tamanho long neck e bem gelada, custa R$ 6,50. Alameda Prudente de Moraes, 175, Mercês, ☎ 3023-5359 (130 lugares). 11h30/14h30 (sáb. e dom. até 15h; fecha seg.). Aberto em 1982. $

Yü Cozinha Oriental

A clientela vive um dilema: sobre o bufê tarifado por quilo (R$ 86,90), uma centena de representantes das culinárias da Coreia, do Japão e da China rivaliza com sete receitas à la carte. O coreano bibimbap, por exemplo, é um mix de arroz, vegetais salteados, tiras de filé-mignon e ovo frito para comer com pasta de pimenta-v ermelha e óleo de gergelim a gosto. Na guarnição, apresentam-se o missoshiru e o kimchi (R$ 45,00). A banana empanada e frita e o chá verde são cortesia da casa. Praça General Osório, 485, centro, ☎ 3232-3500 (190 lugares). 11h30/15h (sáb., domingo e feriados 12h/15h30). Aberto em 2001. $

+ Confira os endereços gastronômicos premiados de Curitiba
Continua após a publicidade
Publicidade