Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Acusada de transfobia, J.K. Rowling é esnobada em especial de Harry Potter

Nome da autora não aparece em lista de participantes que estarão presentes em reunião de 20 anos da saga

Por Amanda Capuano Atualizado em 16 nov 2021, 19h09 - Publicado em 16 nov 2021, 19h08

O ano de 2022 começará animado para os fãs de Harry Potter: nessa terça-feira, 16, o HBO Max anunciou o lançamento de um especial em homenagem aos 20 anos de Harry Potter e a Pedra Filosofal, que chega à plataforma no primeiro dia do ano com participação de vários nomes do elenco. O que chama a atenção, no entanto, é a ausência de um nome específico na lista de participantes — o da autora J.K Rowling, que não é citada em nenhum momento.

Em nota divulgada à imprensa, a plataforma revelou que o especial terá 90 minutos de duração e reunirá o elenco nos estúdios de Leavesden, no sudeste da Inglaterra, onde a saga foi filmada. Entre os participantes, estão listados Daniel Radcliffe, Emma Watson, Rupert Grint, Helena Bonham Carter, Gary Oldman, Robbie Coltrane, Chris Columbus “e muitos outros”, mas não há menção ao nome de J.K. Fontes próximas ao projeto revelaram ao The Hollywood Reporter que a retrospectiva se concentrará na criação do filme e no elenco, sem a presença da autora — no entanto, ela deve aparecer em imagens de arquivo.

Até o momento, a Warner não apontou motivos para a ausência de J.K., mas a autora se envolveu em uma série de polêmicas nos últimos anos. Tentando encaixar-se, sem sucesso, no mundo pautado pela diversidade, passou a tirar da cartola histórias aleatórias sobre seus personagens. Tentou dizer que Dumbledore era gay, mas, ao invés de agradar o público LGBTQIA+, foi acusada de maquiar a sexualidade do diretor de Hogwarts e aproveitar-se disso em um momento oportuno. A autora também foi acusada de transfobia após comentários controversos nas redes sociais. Chegou, inclusive, a comparar os tratamentos hormonais usados no processo de transição de gênero a uma nova “cura gay”, o que pulverizou de vez a imagem de ídolo juvenil que ostentou durante décadas, além, é claro, de ter defendido Johnny Depp abertamente depois que o ator foi acusado pela ex-mulher de violência doméstica.

Confira trailer do especial:

 

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade