Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Gwyneth Paltrow revela que Brad Pitt ameaçou matar Harvey Weinstein

Atores namoravam na época em que ela foi assediada pelo produtor americano

Por Redação 24 Maio 2018, 11h17

Depois de acusar Harvey Weinstein de assédioGwyneth Paltrow revelou que o seu namorado na época Brad Pitt, chegou a ameaçar o produtor americano de morte, depois de saber do ocorrido.

Patrow relatou o caso pela primeira vez em outubro, em uma entrevista ao jornal americano The New York TimesSegundo ela, Weinstein a chamou para uma “reunião de negócios” em seu hotel e, lá, se ofereceu para uma massagem e a convidou para subir para o seu quarto. Aos 22 anos, a atriz havia sido escalada recentemente para o filme Emma, do produtor.

  • Na quarta-feira, a atriz voltou a falar sobre o ocorrido ao locutor Howard Stern, da companhia de rádio Sirius XM, e relembrou o momento que relatou o caso para Pitt. “Contei para ele na hora e eu estava bem abalada com toda a situação”, explicou.

    O casal, então, encontrou Weinstein em uma noite na abertura do espetáculo Hamlet na Broadway e Brad Pitt pressionou o produtor contra a parede. “Ele disse: ‘Se você fizer ela se sentir desconfortável novamente, eu vou te matar’. Ou algo do tipo. Foi fantástico. Ele usou a fama e o poder dele para me proteger em um momento em que eu não tinha fama ou poder ainda”, afirmou Paltrow.

    Investigação

    Weinstein, de 66 anos, já foi acusado por mais de sessenta mulheres desde o ano passado, por casos de assédio e abuso sexual dentro do ambiente de trabalho. De acordo com a revista americana People, o produtor está sendo investigado pela polícia federal dos Estados Unidos no momento, para avaliar se ele tentou persuadir alguma mulher a cruzar a fronteira entre estados para cometer algum crime, o que configuraria uma ofensa ao Estado. 

    Continua após a publicidade
    Publicidade