Clique e assine com até 92% de desconto

Geovani Martins, o fenômeno literário das favelas cariocas

Criado em Bangu e hoje morando no Vidigal, o escritor que estreou com um vigoroso livro de contos, 'O Sol na Cabeça', já está sendo publicado em nove países

Por Da redação 26 mar 2018, 16h07

Geovani Martins, 26 anos, foi criado em Bangu, já morou na Rocinha e hoje reside no Vidigal. Estudou só até a oitava série do Ensino Fundamental – mas desde cedo apaixonou-se por livros e literatura. 

Nesta entrevista, ele fala de seu primeiro livro, a coletânea de contos O Sol na Cabeça, recém-lançada no Brasil e já comprada por editoras de nove países.  “Eu esperava que o livro tivesse uma boa repercussão”, diz o autor. “Mas não que fosse fazer sucesso antes de sair.”

Martins também explica seu método de composição, que começa por uma antiquada máquina de escrever.

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/420276528″ params=”color=#ff5500&auto_play=false&hide_related=true&show_comments=false&show_user=true&show_reposts=false&show_teaser=false” width=”100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Continua após a publicidade
Publicidade