Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Entenda como funciona o desempate do Carnaval de São Paulo

Embora não entre na soma de pontos, menor nota atribuída por um dos quatro jurados em cada quesito é levada em conta para desequilibrar a disputa

Por Da Redação
Atualizado em 13 fev 2018, 23h30 - Publicado em 13 fev 2018, 21h44

Embora quatro escolas de samba tenham somado 270 pontos na apuração do Carnaval de São Paulo, somente uma pôde comemorar o título de campeã. A Acadêmicos do Tatuapé ganhou da Mocidade Alegre, Mancha Verde e Tom Maior nos critérios de desempate.

Todos os nove quesitos são avaliados por quatro jurados e a menor nota é descartada para a soma da pontuação. Apesar disso, esta nota é levada em conta para desempatar a disputa.

A sequência de quesitos que pesam para o desempate é a ordem inversa em que são anunciados. Ou seja, o último critério apresentado é o primeiro a desequilibrar e assim sucessivamente.

As notas foram anunciadas nesta sequência: evolução, bateria, enredo, samba de enredo, fantasia, comissão de frente, alegoria, harmonia e mestre-sala e porta-bandeira.

Continua após a publicidade

Com notas idênticas nos últimos quesitos, a Acadêmicos do Tatuapé levou vantagem em alegoria (superando Tom Maior e Mancha Verde, que receberam um 9,9) e fantasia (em que a Mocidade Alegre também teve um 9,9).

No Sambódromo do Anhembi, a escola campeã homenageou o Maranhão e sua cultura local. O desfile foi assinado pelo carnavalesco Wagner Santos e teve a participação de 2.761 componentes, divididos em 26 alas e cinco carros alegóricos.

Continua após a publicidade

A ala das baianas homenageou a Floresta dos Guarás, uma das maiores reservas florestais do estado. O Palácio dos Leões, sede do governo, e outros pontos turísticos da capital São Luís, foram representados nas alegorias.

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.