Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Bruno Gissoni faz declaração a Yanna Lavigne em forma de poema

'Para fazer pessoas ninguém ainda não inventou nada melhor que o Amor, escreveu ator, sobre a filha que acaba de nascer

Por Da redação Atualizado em 30 Maio 2017, 14h36 - Publicado em 29 Maio 2017, 16h49

Bruno Gissoni e Yanna Lavigne aparecem juntos em uma foto publicada pelo ator no Instagram, com direito a um texto em formato de poema que soa como declaração de amor. Um estranho poema. Uma estranha declaração de amor — de amor carnal, aliás, já que, em resumo, Bruno diz preferir a tradicional técnica de fazer bebês à fertilização in vitro. “Fazer pessoas no frasco não é fácil. Mas se eu estudar ciências eu faço. Sendo que não é melhor do que fazer pessoas / na cama / na rede /nem mesmo no jirau / como os índios fazem”, escreve Bruno, que, ao lado de Yanna, segura a filha dos dois, a recém-nascida Madalena. “Para fazer pessoas ninguém ainda não inventou nada melhor que o Amor. Deus ajeitou isso para nós de presente. De forma que não é aconselhável  / trocar o Amor por vidro.”

Os atores se separaram no início do ano, quando ela ainda estava grávida, em meio a boatos de traição dele, que ambos negaram. Neste fim de semana, ele a buscou na maternidade, de onde Yanna teve alta com Madalena. Confira abaixo o texto de Bruno Gissoni:

View this post on Instagram

Fazer pessoas no frasco não é fácil. Mas se eu estudar ciências eu faço. Sendo que não é melhor do que fazer pessoas na cama.. na rede.. nem mesmo no jirau.. como os índios fazem. (No jirau é coisa primitiva, eu sei, mas é bastante proveitosa) Para fazer pessoas ninguém ainda não inventou nada melhor que o Amor. Deus ajeitou isso para nós de presente. De forma que não é aconselhável Trocar o Amor por vidro..

A post shared by Bruno Gissoni (@brunogissoni) on

Continua após a publicidade

Publicidade