Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

O segredo da beleza de Brad Pitt pode estar nas… uvas

O ator lança cosméticos com substâncias extraídas da fruta. 'Se eu não tivesse visto diferença real na minha pele, não teria me envolvido', diz

Por Simone Blanes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 1 out 2022, 08h00

No filme O Curioso Caso de Benjamin Button, de 2008, o ator Brad Pitt foi obrigado a refletir sobre a passagem do tempo. O protagonista nasce com a aparência de um idoso de 80 anos e, em um movimento contrário à natureza, rejuvenesce com o correr dos anos. O longa foi inspirado em um conto escrito em 1922 por F. Scott Fitzgerald. O autor havia ficado impressionado com a história de um menino indiano que sofria de progeria, condição genética rara caracterizada pelo envelhecimento precoce e acelerado. À época do lançamento, Pitt disse que a experiência de representar uma criança com aspecto alquebrado o levou a pensar na decadência física e nas repercussões emocionais que o acompanham. Ele admitiu a estranheza com que se viu nas primeiras vezes em que gravou caracterizado como um velhinho, de cabelos ralos, pele manchada e enrugada e as pálpebras flácidas e caídas.

O ator tinha 45 anos quando fez o filme. Hoje, está com 58. Os cabelos começam a ficar grisalhos, as rugas, profundas e as pálpebras, já um pouco caídas, escondem os famosos olhos azuis. Pois é nessa altura da vida que o astro decidiu lançar uma linha de cosméticos. A razão, segundo ele, é oferecer ao mercado mais uma opção para tratar a cútis tenha ela a idade que tiver. “Não quero fugir do envelhecer. É um conceito do qual não podemos escapar, mas gostaria de ver nossa cultura falando sobre isso de maneira natural”, afirmou. “A ideia de antienvelhecimento é ridícula. O que é real é tratar sua pele de maneira saudável.”

ORIGEM - Châteauneuf-du-Pape, em Avignon: os vinhedos como base dos produtos -
ORIGEM - Châteauneuf-du-Pape, em Avignon: os vinhedos como base dos produtos – (Philippe Roy/Aurimages/AFP)

Chamada Le Domaine Skincare, a linha tem como base substâncias antioxidantes extraídas da uva. Elas ajudam a proteger as células de moléculas envolvidas no envelhecimento precoce. Os produtos são feitos em parceria com a família Perrin, proprietária do Château de Beaucastel — uma das mais famosas vinícolas do mundo —, com quem Pitt havia trabalhado em seu próprio vinhedo, o Miraval Côtes de Provence, no sul da França. Todos foram desenvolvidos usando as informações levantadas pelo professor de enologia Pierre-­Louis Teissedre, da Universidade de Bordeaux, sobre as treze uvas cultivadas pelos Perrin.

Houve, inclusive, a obtenção de duas patentes: a GSM10, uma molécula que une compostos presentes nas sementes de uvas grenache com as sementes e casca das uvas syrah e mourvèdre, e o ProGR3, derivado do antioxidante resveratrol, encontrado nas gavinhas de videira. Os produtos também possuem flavonoides, outro celebrado composto usado contra a expansão das rugas e a ação do tempo. Os efeitos positivos dessa categoria de princípios ativos são reconhecidos pela ciência. “O benefício é promovido tanto na cútis de homens quanto na de mulheres”, diz a dermatologista Paula Rahal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Continua após a publicidade
SUSTENTÁVEL - Embalagens como manda a modernidade: vidros e rolhas dos produtos são recicláveis -
SUSTENTÁVEL - Embalagens como manda a modernidade: vidros e rolhas dos produtos são recicláveis – (LE DOMAINE/.)

A Le Domaine Skincare foi lançada na França, Reino Unido, Itália, Alemanha, Suíça, Bélgica, Holanda, Luxemburgo e Estados Unidos, com preços a partir de 80 dólares e ainda não está disponível para entrega no Brasil. Pitt está otimista quanto ao empreendimento. Até porque, diz o ator, ninguém melhor do que ele para ser o garoto-propaganda. “Se eu não tivesse visto diferença real na minha pele, não teria me envolvido”, diz. Ele está sendo sincero, mas convém acompanhar o lançamento com algum cuidado — afinal, é também uma jogada de marketing do bem.

Publicado em VEJA de 5 de outubro de 2022, edição nº 2809

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.