Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
VEJA Gente Por Cleo Guimarães Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

Por que Ivete Sangalo é o novo xodó da Globo

Apresentadora de um dos maiores fenômenos de audiência e faturamento da TV brasileira, cantora é considerada um dos trunfos da emissora

Por Cleo Guimarães 20 out 2021, 11h59

O reality musical The Masked Singer Brasil terá uma segunda temporada na Globo em 2022,  em dia e horário nobre – as tardes de domingo. A notícia foi dada pela apresentadora Ivete Sangalo nesta terça (19), durante a transmissão do último programa de 2021, que mais uma vez deu uma surra na concorrência, com picos de 30 pontos de audiência (o triplo da segunda colocada).

A cantora baiana continuará à frente da atração, numa decisão unânime entre diretores e executivos da Globo. Não é de hoje que sua espontaneidade e carisma são elogiados pela cúpula da emissora, que vê em Ivete a pessoa certa para levar “as famílias brasileiras” para a frente da TV aos domingos, provavelmente antes do futebol. Ivete está animada com a nova função e já deixou isso claro: “Não entro aqui como uma cantora e sim como apresentadora e condutora de um programa”, disse, às vésperas da estreia do reality, em agosto.

Os patrocinadores também fizeram pressão por sua escalação. Segundo fonte ouvida por VEJA, Ivete não teria “vícios” de apresentadores mais experientes e traria “verdade, alegria e bom humor” para os espectadores. O fato de não se posicionar politicamente com veemência também é visto com bons olhos pelo mercado publicitário. A tendência é que o Masked Singer dominical seja mais um teste para a Ivete-apresentadora antes de assumir um espaço maior na grade.

Líder de audiência em todas as suas exibições no Brasil, o The Masked Singer vinha sendo exibido às terças e, em audiência, só não conseguiu superar o Big Brother Brasil. O programa  é baseado no original sul-coreano “King of Mask Singer”, da Endemol Shine, detentora do formato, em que celebridades competem entre si. No reality musical, elas aparecem anônimas, sob fantasias e máscaras extravagantes. A fórmula gera também bom engajamento nas redes sociais porque motiva o público a tentar adivinhar o “famoso” por trás do disfarce.

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade