Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

VEJA Esporte

Por Blog
Informações e comentários sobre o que acontece no mundo dos esportes
Continua após publicidade

A genialidade de Pirlo em um toque

Elegante meio-campista italiano se aposentou neste domingo aos 38 anos. Em 2012, ele eternizou sua técnica e frieza em uma cobrança de pênalti

Por Luiz Felipe Castro Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 7 nov 2017, 10h05 - Publicado em 7 nov 2017, 10h03

Cucchiao, Panenka, chip, cavadinha, chame como quiser. Nenhum lance definiu melhor a carreira e a personalidade de Andrea Pirlo do que aquele sutil e angustiante toque por cobertura nas quartas de final da Euro-2012. A seleção da Itália perdia a decisão por pênaltis para a Inglaterra, em Kiev, na Ucrânia, quando Pirlo se viu diante de um espalhafatoso goleiro Joe Hart. E, no meio da corrida, o camisa 21 decidiu passar a pressão para o outro lado. “Não foi uma loucura (…) O goleiro parecia muito seguro de si e precisei baixar um pouco sua moral”, contou Pirlo. Foi com esse gesto de extrema frieza que o meia italiano, que neste domingo encerrou uma vitoriosa carreira nos Estados Unidos, roubou a confiança dos adversários. Na sequência, dois atletas ingleses desperdiçaram suas penalidades e a ‘Azzurra’ avançou – seria vice-campeã, perdendo para a Espanha. Em mais de 20 anos como profissional, Pirlo foi um verdadeiro maestro. Não tinha pinta de jogador, não era alto, nem forte, nem rápido. Era elegante, nada espalhafatoso. Até mesmo sua cavadinha tinha um objetivo psicológico, não era mera firula. Depois de Totti, o futebol perde mais um de seus maiores representantes. Grazie, Andrea. 

Assista, no YouTube, à histórica cavadinha de Pirlo contra a Inglaterra

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.