Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Ricardo Rangel

Continua após publicidade

Problemas na popularidade, na economia e no Congresso: o que faz Lula?

O governo ainda não encontrou o caminho para superar os vários problemas que enfrenta

Por Ricardo Rangel Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 9 Maio 2024, 12h02 - Publicado em 24 abr 2024, 17h55

As coisas não vão bem para o governo: a popularidade de Lula está caindo, a situação econômica está ruim e a relação com o Congresso está pior.

Como reage Lula?

Bota a culpa nos outros. Deu uma bronca pública em seus ministros por supostamente não se relacionarem com o Congresso tanto quanto deveriam. Injusto, incluiu os ministros que mais articulam no Congresso (Fernando Haddad, Rui Costa) — e deixou de fora quem mais mereceria a descompostura: Alexandre Padilha, que é responsável pela articulação e foi chamado de desafeto e incompetente pelo presidente da Câmara.

Valoriza a própria imagem. Em café da manhã com jornalistas, falou bem de si mesmo, de seu governo, de seus programas. Não saiu do palanque.

Continua após a publicidade

Queixa-se da imprensa. Suavemente, para não melindrar os jornalistas, reclamou do destaque que a bronca mereceu na mídia e do suposto pequeno destaque que vêm tendo os programas anunciados pelo governo.

E reclama do mercado. Espinafrou quem afirma que a ideia de Lula e do PT de que “despesa é vida” e cortar gastos é para os fracos, tem consequências.

De bom, Lula rememorou um encontro com jornalistas há muitos anos, que teria sido muito instrutivo. “A lição que eu aprendi é que se a gente não quer uma manchete negativa, a gente não pode dar pretexto para tal manchete. Então, é preciso que a gente pense o que vai falar, porque tudo que a gente vai falar pode virar manchete”.

Continua após a publicidade

A lição é boa, mas Lula não parece tê-la aprendido de verdade. Suas muitas e frequentes declarações impensadas têm rendido uma enorme quantidade de manchetes negativas.

Se algum dia aprenderá a lição de que gastar mais do que pode alimenta a inflação, derruba a bolsa e eleva o dólar, não se sabe.

Estima-se que aprenda as lições. Logo.

Continua após a publicidade

(Por Ricardo Rangel em 24/04/2024)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.