Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Negromonte entregará carta de demissão nesta quinta

Por Gabriel Castro, na VEJA Online: O ministro das Cidades, Mário Negromonte, vai entregar a carta de demissão nesta quinta-feira. O encontro com a presidente Dilma Rousseff está combinado e deve ocorrer no fim da manhã. Os aliados também foram avisados, seguindo o roteiro percorrido por outros ministros antes da queda. Nesta quarta-feira, Negromonte informou […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 09h37 - Publicado em 1 fev 2012, 22h10

Por Gabriel Castro, na VEJA Online:
O ministro das Cidades, Mário Negromonte, vai entregar a carta de demissão nesta quinta-feira. O encontro com a presidente Dilma Rousseff está combinado e deve ocorrer no fim da manhã. Os aliados também foram avisados, seguindo o roteiro percorrido por outros ministros antes da queda.

Nesta quarta-feira, Negromonte informou sobre a demissão a deputados de seu partido, o PP. Segundo Vilson Covatti (PP-RS), o ministro alegou questões de “foro íntimo” para justificar a saída. A queda, aliás, foi adiada para que a chefe do Executivo pudesse receber o pedido pessoalmente. Dilma chega do Haiti na madrugada desta quinta-feira.

Covatti diz que Negromonte estava tranquilo e resistiu quando deputados tentaram demovê-lo da ideia de entregar o cargo. “Nós estamos tentando convencê-lo desde terça-feira à noite”, afirmou o parlamentar ao site de VEJA. Ele ainda acredita que o ministro pode mudar de ideia. Ao mesmo tempo, acha possível que a demssão já esteja acertada com a presidente Dilma Rousseff há dois dias.

Nesta terça, o ministro deu sinais de que sua passagem pelo cargo havia chegado ao fim: simplesmente não compareceu a uma reunião do grupo ministerial encarregado de melhorar a prevenção a desastres naturais no país. Mandou dizer que teve problemas na agenda, o que o impediu de participar do compromisso. Ninguém acreditou. Com a saída do ministro, boa parte do PP pretende emplacar no cargo o nome de Aguinaldo Ribeiro (SP), líder do partido na Câmara.

Continua após a publicidade

Escândalos
Na berlinda graças a uma sequência de escândalos na pasta, Mário Negromonte será o sétimo ministro a deixar o cargo no governo Dilma por denúncias de corrupção. A queda encerra uma agonia de cinco meses. Desde que VEJA revelou uma tentativa de compra de apoio político operada pelo ministro, em agosto, ele tem perdido poder no governo. Era a demissão mais claramente anunciada para 2012. A única surpresa em relação à saída é, de fato, a demora do Planalto em efetivá-la.

Substituição
O desgaste se acentuou nos últimos dias, quando o jornal Folha de S. Paulo mostrou que o ministro participou de ao menos uma reunião com lobistas de uma empresa de informática que, posteriormente, venceria uma concorrência na pasta. O encontro ocorreu antes da abertura da licitação. Dois subordinados de Negromonte foram exonerados: Cássio Peixoto, chefe de gabinete, e João Ubaldo Dantas, chefe da Assessoria Parlamentar.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.