Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Sob risco de derrotas, governo Lula consegue adiar sessão de vetos

Rodrigo Pacheco anunciou inicialmente que a sessão seria nesta quinta, mas votação fica para 24 de abril; atrito com Arthur Lira ameaça resultado

Por Nicholas Shores Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 9 Maio 2024, 12h16 - Publicado em 17 abr 2024, 10h30

Sob o risco de o atrito palaciano levado a público por Arthur Lira ter impacto negativo sobre o resultado da sessão do Congresso anunciada por Rodrigo Pacheco, o governo Lula conseguiu adiar a votação de vetos que seria nesta quinta-feira para 24 de abril.

Entre os vetos mais sensíveis para o Palácio do Planalto estão aqueles aos projetos da LDO e do Orçamento de 2024, incluindo, principalmente, a canetada de Lula que barrou 5,6 bilhões de reais em emendas parlamentares.

Em outras áreas, há também os vetos parciais aos projetos da “saidinha” de detentos, da regulamentação das apostas esportivas e da flexibilização da rotulagem de agrotóxicos.

O clima para o governo Lula na Câmara já foi melhor — para dizer o mínimo. Depois de o presidente da Casa chamar Alexandre Padilha de “desafeto pessoal” e “incompetente”, Lula afirmou nesta semana, sem citar Lira, que, “só de teimosia” manteria o ministro das Relações Institucionais por “muito tempo” no cargo.

O temor, portanto, é que Arthur Lira instrumentalize a sessão de vetos para retaliar o Planalto, articulando a derrubada de decisões consideradas cruciais pelo governo Lula, especialmente pelo Ministério da Fazenda.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.