Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Gustavo Maia (interino) Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Pesquisa mostra o tamanho do estrago da taxação da Shein na imagem de Lula

O rigor tributário sobre transações online do varejo chinês foi a notícia que mais abalou a avaliação do governo do petista

Por Ramiro Brites Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 19 abr 2023, 15h39 - Publicado em 19 abr 2023, 09h03

A pesquisa da Quaest divulgada nesta quarta mostra o impacto do noticiário na imagem do governo Lula. Entre os entrevistados, 44% já leram, viram ou ouviram, na mídia ou nas redes sociais, alguma notícia negativa sobre o governo. 

O discurso raivoso contra Sergio Moro, mesmo após o senador ter sido protegido pela Polícia Federal em uma operação contra o PCC, a disposição do BNDES em empréstimos para estrangeiros e, até mesmo, notícias falsas sobre o fim do Bolsa Família não impactam tanto na imagem do presidente como a taxação das blusinhas da Shein. 

A cobrança de impostos sobre remessas de até 50 dólares de gigantes do varejo chinês, como Shein, Shopee e Aliexpress, foi a notícia negativa mais escutada por 16% do público da pesquisa. A imagem de que o presidente não faz o que promete ou é corrupto chegou a 7% dos entrevistados. 

A desinformação sobre o fim do Bolsa Família (4%), as declarações sobre Sergio Moro na semana em que foi desmantelado o plano do PCC contra o senador (2%) e a contestação ao dólar na viagem à China (2%) completam o ranking das cinco notícias mais negativas sobre o governo. 

A Quaest entrevistou, entre os dias 13 e 16 de abril, 2.015 pessoas de 120 municípios, nas cinco regiões brasileiras. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.