Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

MPF aciona Casa Civil para apurar ação de Bolsonaro na Previdência

Procedimento faz parte de inquérito aberto contra o presidente e o chefe da Câmara, Rodrigo Maia, por interferência indevida na votação da reforma

Por Mariana Muniz Atualizado em 29 jan 2020, 14h20 - Publicado em 29 jan 2020, 13h20

O Ministério Público Federal (MPF) pediu à Casa Civil do governo de Jair Bolsonaro que informe o quanto foi liberado para emendas parlamentares em relação a cada partido político durante a tramitação da Reforma da Previdência. A ideia é mapear se houve favorecimentos.

A ideia é mapear se houve favorecimentos. O órgão ainda não respondeu aos questionamentos.

O procedimento faz parte do inquérito civil contra o presidente da República, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, aberto há duas semanas pela Procuradoria da República do Distrito Federal para apurar “interferências indevidas” no processo de aprovação da Reforma.

A decisão de instaurar o inquérito atendeu a uma representação feita pelos deputados federais do PSOL David Miranda, Edmilson Rodrigues, Fernanda Melchionna, Áurea Carolina e Glauber Braga.

Continua após a publicidade

Publicidade