Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

‘Esse Eduardo não sou eu’

Desde que as acusações contra Eduardo Cunha começaram na Lava-Jato, o deputado vem tentando negar qualquer tipo de ilegalidade em sua conduta. Num dos episódios mais recentes, não pensou duas vezes em jogar na fogueira políticos homônimos numa tentativa de se afastar dos problemas. Durante depoimento do ex-consultor da Toyo Setal Júlio Camargo, foi reafirmado […]

Por Da Redação
Atualizado em 30 jul 2020, 22h07 - Publicado em 12 ago 2016, 11h02
O próximo?

Esse cara (não) sou eu

Desde que as acusações contra Eduardo Cunha começaram na Lava-Jato, o deputado vem tentando negar qualquer tipo de ilegalidade em sua conduta.

Num dos episódios mais recentes, não pensou duas vezes em jogar na fogueira políticos homônimos numa tentativa de se afastar dos problemas.

Durante depoimento do ex-consultor da Toyo Setal Júlio Camargo, foi reafirmado que Cunha teria pressionado pelo pagamento de propinas.

Para tentar evitar retaliações em CPI’s, Camargo foi até o senador Edison Lobão, que em sua frente ligou para um “Eduardo” e reclamou das cobranças.

Continua após a publicidade

Durante o depoimento do ex-consultor, a defesa de Cunha disse que não havia como ter certeza se o Eduardo em questão era mesmo o ex-presidente da Câmara, e sugeriu que poderia ser, por exemplo, o deputado do PP, Eduardo da Fonte.

O Ministério Público Federal, no entanto, não tem dúvida que o Eduardo, era o Cunha.

 

Atualização às 10h30: O deputado Eduardo Cunha ligou para coluna e disse que esse episódio nunca aconteceu. A única menção a Dudu da Fonte foi em outro depoimento, o do lobista Fernando Baiano.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.