Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Radar

Por Gustavo Maia (interino) Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Com 10% nas pesquisas, Ciro projeta palanques em pelo menos nove estados

Pedetista tenta se viabilizar em meio a polarização entre Lula e Bolsonaro

Por Lucas Vettorazzo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 19 ago 2021, 19h22 - Publicado em 19 ago 2021, 12h30

As articulações para a campanha de Ciro Gomes (PDT) à eleição no ano que vem estão a todo vapor. 

Pesquisa XP Ipespe divulgada nesta terça mostrou o pedetista em terceiro lugar, com 10% das intenções de voto em 2022, atrás de Jair Bolsonaro (24%) e Lula (40%). 

Durante reunião da executiva nacional do PDT nesta terça, o chefão do partido, Carlos Lupi, disse que estão sendo construídos “palanques muito fortes” pelo Brasil.

A ideia do PDT é lançar a maior quantidade de candidatos nos estados para garantir uma plataforma para Ciro concorrer no ano que vem. 

Lupi contou ao Radar que neste momento o partido já articulou ao menos nove palanques. Outros “cinco ou seis”, segundo ele, estariam ainda em negociação. 

Continua após a publicidade

Os mais certos são três: Rio de Janeiro, Maranhão e Rio Grande do Norte. No Rio, o PDT deve concorrer com Rodrigo Neves, que é ex-prefeito de Niterói. No Maranhão, o escolhido foi o senador Weverton Rocha. No Rio Grande do Norte, quem deverá disputar é o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo. 

Além desses três, outros quatro filiados ao PDT também deverão ser candidatos ao governo de seus estados. No Rio Grande do Sul, o candidato da legenda deverá ser Romildo Bolzan, atual presidente do Grêmio. No Ceará, o ex-prefeito de Fortaleza Roberto Cláudio será o cabeça de chapa do PDT na disputa pelo governo. 

No Sergipe, o escolhido foi o atual prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira. Já na Paraíba, quem deverá ser pré-candidata do partido será a vice-governadora Lígia Feliciano. 

Lupi chamou ainda os senadores da Rede Randolfe Rodrigues (AM) e Fabiano Contarato (ES) ou para se juntarem aos quadros do PDT ou para continuarem em suas legendas, mas fecharem apoio a Ciro Gomes no ano que vem. Lupi disse que considera esses palanques como certos em seus cálculos políticos. 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.