Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

A derrota de Jean Paul nos bastidores da Petrobras

Chefe da estatal se uniu a representantes de acionistas minoritários para adiar mudanças na política de distribuição de dividendos -- ele não conseguiu

Por Robson Bonin Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 29 nov 2023, 16h09 - Publicado em 28 nov 2023, 17h01

Nesta quinta-feira, a cúpula da Petrobras vai se reunir em assembleia geral extraordinária para deliberar sobre a criação de uma nova reserva de capital e sobre mudanças no estatuto social da companhia.

A criação da reserva vai ao encontro dos desejos de Lula e sua política no Planalto, que busca privilegiar investimentos no lugar da simples distribuição de dividendos aos acionistas.

Chefe da estatal, Jean Paul Prates deveria estar no comando dessa estratégia — que manteria, só neste fim de ano, cerca de 12 bilhões de dólares no caixa da estatal –, mas nesta semana adotou uma postura que surpreendeu a ala governista na Petrobras.

Segundo interlocutores da estatal, Prates se associou a um movimento que tentava adiar a assembleia desta semana. Sem a reunião e a aprovação da reserva, os 12 bilhões de dólares seriam distribuídos aos acionistas.

Prates, no entanto, ficou vencido na discussão. Os demais integrantes da cúpula da estatal, indicados pelo governo, não acataram o pleito do chefe da Petrobras e dos representantes de minoritários. Com isso, a reunião será realizada com a provável aprovação da reserva.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.