Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

A curiosa denúncia enviada a Lupi na Previdência

Servidor foi flagrado fazendo aula de bateria durante o expediente, denuncia entidade de peritos

Por Robson Bonin Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO 20 ago 2023, 14h01

Com mais de 1 milhão de beneficiários na fila do INSS, Carlos Lupi, o ministro da Previdência, recebeu uma denúncia sobre algo surreal: um gestor do órgão foi flagrado, durante o expediente, fazendo aula de bateria.

É o que alega a Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais: “Na última sexta-feira (11/08/2023), a ANMP recebeu denúncia a respeito de possível evasão do local de trabalho durante o expediente por parte do Sr. Gustavo Mendes, atual ocupante do posto de Coordenador-Geral de Contencioso em Matéria de Perícia Médica do Departamento de Perícia Médica Federal deste ministério. Aparentemente, nessa mesma data, a autoridade citada compareceu à aula de instrumento musical (bateria) no horário em que, em tese, deveria estar presente em seu posto de trabalho, desempenhando as funções de gestão da unidade que comanda”.

Para fundamentar a denúncia, a entidade juntou fotos do perfil de Instagram do servidor, que registram postagens da citada “aula” em horário de expediente, segundo o documento assinado pelos dirigentes Luiz Carlos de Teive e Argolo e Francisco Eduardo Cardoso Alves.

Ao Radar, Mendes questiona a denúncia da entidade e diz que ela não é verdadeira: “Afirmo que a mesma carece de veracidade. Consabido que as mídias sociais, na maioria das vezes apresentam postagens que não condizem com o horário da publicação, com eventos podendo ocorrer muito tempo antes, inclusive, antes do horário habitual de trabalho, o que foi o caso. Na hipótese de ser considerado o horário da postagem, poderia estar no meu horário de almoço, o que por lei é me facultado a fazer qualquer atividade”.

O ministro ainda não se manifestou.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.