Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

O Som e a Fúria

Por Felipe Branco Cruz
Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal
Continua após publicidade

‘Vigaristas’: a briga entre o casal Harry e Meghan e executivo do Spotify

Ex-atriz e príncipe firmaram contrato de 20 milhões para a produção de podcasts, mas realizaram meros doze episódios antes de encerrar a parceria

Por Thiago Gelli Atualizado em 15 Maio 2024, 23h46 - Publicado em 19 jun 2023, 16h47

Desde que deixaram a Inglaterra, o príncipe Harry e Meghan Markle, duquesa de Sussex, não pouparam palavras para relatar suas experiências dentro da realeza. Como pessoas públicas em busca de transparência, eles deram uma bombástica entrevista para Oprah Winfrey, produziram seu próprio documentário, Harry & Meghan, da Netflix, e até recorreram a autobiografias literárias, como a polêmica O Que Sobra, escrita pelo filho da princesa Diana. Um de seus projetos, porém, azedou: após selar um acordo de exclusividade a longo prazo avaliado em 20 milhões com a plataforma Spotify, o casal produziu apenas doze episódios de um  podcast e abandonou o contrato — atitude que, para um dos executivos do serviço, os qualifica pura e simplesmente como “vigaristas”.

Até então, o único fruto da parceria havia sido o podcast Archetypes, apresentado por Meghan, cujo último episódio foi ao ar em novembro de 2022. Nele, a ex-atriz recebia personalidades notórias dos Estados Unidos, da tenista Serena Williams até Mariah Carey. Na última semana, mais de seis meses após o último lançamento, o Spotify divulgou comunicado conjunto com a produtora Archewell Audio, criada pelo casal, no qual explicava que as partes haviam “concordado mutuamente em se separar” e que tinham “orgulho” da curta série feita.

Bill Simmons, líder da divisão de podcasts e monetização do serviço, porém, abordou a dissolução da parceria com menos cordialidade em seu próprio programa, The Bill Simmons Podcast. Na conversa, o empresário declara: “Queria ter feito parte da negociação de saída. O podcast deles deveria ter sido chamado ‘Harry e Meghan: os vigaristas de m****’”. Continuando seus comentários, o apresentador ainda disse que precisa “ficar bêbado algum dia” para contar sobre um encontro que teve com Harry para ajudá-lo com uma ideia de programação. Para encerrar o assunto, repetiu xingamentos ao casal. Anteriormente, ele já havia dito ter vergonha de “compartilhar” o Spotify com o príncipe.

A saída de Harry e Meghan da plataforma vem em meio a uma crise interna. Após investir 1 bilhão de dólares no formato, o Spotify tem perdido dinheiro — de 2022 para cá, seu patrimônio líquido caiu em 430 milhões. No começo do ano, o executivo chefe Daniel Ek admitiu o erro e declarou que, de agora em diante, a empresa será “diligente em futuros investimentos”.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.