Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

O Som e a Fúria

Por Felipe Branco Cruz
Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal
Continua após publicidade

Samara Joy: conheça a cantora de jazz que bateu Anitta no Grammy

Criada em uma família musical, a novaiorquina de 23 anos venceu a estatueta de artista revelação pleiteada pela brasileira

Por Amanda Capuano 6 fev 2023, 09h40

Anitta marcou presença na cerimônia do Grammy, mas deixou a premiação de mãos abanando apesar da indicação histórica. Selecionada para a categoria de artista revelação, a primeira brasileira no páreo desde Astrud Gilberto, em 1965, ela perdeu a estatueta para a cantora novaiorquina de jazz Samara Joy. Diante da derrota da carioca, brasileiros tumultuaram a postagem de agradecimento de Joy nas redes sociais, tecendo ofensas vergonhosas e comentários desagradáveis sobre sua vitória. Em vez deste mau comportamento, os fãs de Anitta deveriam se deliciar com a música de altíssima qualidade feita por Samara.

Nascida Samara Joy McLendon, a cantora de 23 anos cresceu em uma família musical: seus avós paternos foram os fundadores do grupo gospel The Savettes, e o pai fazia turnês como baixista ao lado do cantor Andraé Crouch. Estudou na Fordham High School for the Arts, e caiu nas graças do jazz quando ganhou uma bolsa como vocalista da SUNY’s Purchase College. Na época, antes mesmo do lançamento de seu primeiro álbum, a diretora de cinema Regina King descreveu Joy como se “Sarah Vaughan e Ella Fitzgerald vivessem em seu corpo”, fazendo referência a duas gigantes do gênero.

Mas apesar da tradição da família e do calibre de suas credenciais, Samara, como muitos de sua geração, é fruto das redes sociais: a cantora tem presença forte no TikTok e lançou diversas apresentações que se tornaram virais por lá, com milhões de visualizações. Ela também já fez turnês pela Europa e Estados Unidos, incluindo festivais como o prestigioso Monterey Jazz em 2022. A moça tem dois álbuns lançados: Samara Joy (2021) e Linger Awhile (2022), que também levou a estatueta por melhor álbum vocal de jazz.

Continua após a publicidade

Confira a apresentação da artista:

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.