Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

O Som e a Fúria Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Felipe Branco Cruz
Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal
Continua após publicidade

Polícia do Rio vai investigar T4F após morte de fã em show de Taylor Swift

A Delegacia do Consumidor abriu inquérito após a fã Ana Clara Benevides morrer depois de passar mal dentro do estádio do Engenhão

Por Felipe Branco Cruz Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 23 nov 2023, 11h28 - Publicado em 22 nov 2023, 21h04

A Delegacia do Consumidor (Decon), abriu inquérito para investigar a conduta da Time For Fun (T4F) empresa que organizou os shows da cantora Taylor Swift no Rio de Janeiro. A polícia vai investigar se houve responsabilidade da empresa pela morte da estudante Ana Clara Benevides, que passou mal dentro do estádio e morreu logo em seguida. Naquele dia, fazia um forte calor no Rio de Janeiro, mas as pessoas foram proibidas de entrar com garrafas de água, as entradas de ar do estádio estavam tampadas e uma placa de metal usada para proteger o chão do gramado queimou a pele de algumas fãs. Dentro do estádio, as garrafas de água estavam sendo vendidas por 8 reais.

A informação foi confirmada a VEJA por meio de nota oficial da Decon. “Após tomar conhecimento de relatos do público presente no evento, a Delegacia do Consumidor (Decon) instaurou inquérito para apurar o crime de perigo para a vida ou saúde. Os organizadores do evento serão chamados para prestar depoimento e outras diligências estão em andamento para apurar os fatos”, diz o comunicado.

Um laudo preliminar feito no corpo da estudante Ana Clara Benevides, de 23 anos, que morreu na sexta-feira 17, durante o show da cantora Taylor Swift, no Rio de Janeiro, apontou pequenas hemorragias pulmonares. A morte foi registrada como suspeita pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. O laudo final ainda aguarda resultados de exames toxicológicos e histopatológicos que definirão exatamente a causa da morte. Hemorragias pulmonares podem ser causadas por diversos fatores, entre eles calor, desidratação e insolação, porém, segundo a polícia, ainda não é possível afirmar exatamente a causa da hemorragia em Ana Clara. O prazo para a conclusão é de 30 dias.

Continua após a publicidade

Os pais da garota afirmaram que não foram procurados pelos organizadores nem pela produção da Taylor Swift e que o dinheiro para trasladar o corpo para a cidade de Sonora, no Mato Grosso Sul, onde ela vivia, foi arrecadado por meio de uma vaquinha feita entre os fãs.

Acompanhe notícias e dicas culturais nos blogs a seguir:

Tela Plana para novidades da TV e do streaming
O Som e a Fúria sobre artistas e lançamentos musicais
Em Cartaz traz dicas de filmes no cinema e no streaming
Livros para notícias sobre literatura e mercado editorial

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.