Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

O Som e a Fúria

Por Felipe Branco Cruz
Pop, rock, jazz, black music ou MPB: tudo o que for notícia no mundo da música está na mira deste blog, para o bem ou para o mal
Continua após publicidade

Polêmica de Anitta com a ‘CPI dos sertanejos’ chega à imprensa estrangeira

Reportagem publicada na revista americana 'Billboard' esmiuçou caso envolvendo os cachês caríssimos de shows de sertanejos pagos por prefeituras no Brasil

Por Marcelo Canquerino Atualizado em 10 jun 2022, 19h53 - Publicado em 10 jun 2022, 16h51

A polêmica envolvendo a cantora Anitta e as denúncias de shows sertanejos caríssimos pagos por prefeituras ganhou proporções internacionais. A tatuagem íntima da dona do hit mundial Envolver e como ela foi, por assim dizer, responsável por desencadear uma série de investigações apelidadas de “CPI dos sertanejos”, pautaram uma matéria publicada pela revista de música americana Billboard, publicada no dia 9 de junho.

As investigações tiveram início quando o cantor sertanejo Zé Neto, da dupla Zé Neto & Cristiano, alfinetou Anitta durante um show em Sorriso, em Mato Grosso, e disse que ele e o parceiro não precisavam da Lei Rouanet nem de tatuagens íntimas para provarem seu valor. “Quem paga nosso cachê é o povo”, disse ele. De fato, o povo pagou pelos shows: foram divulgados valores polpudos de shows em cidades pequenas do Brasil pagos com dinheiro público por prefeituras.

A reportagem da Billboard, intitulada “A tatuagem no bumbum de Anitta incendiou o debate sobre shows financiados pelo contribuinte brasileira”, em tradução livre, esmiúça alguns detalhes e desdobramento importantes acerca dessa investigação. Além da dupla Zé Neto & Cristiano, o texto também fala das ações que estão sendo tomadas pelo Ministério Público em Mato Grosso e em 24 dos 26 municípios suspeitos, além das polêmicas envolvendo Gusttavo Lima, um dos artistas mais bem pagos do Brasil e fiel defensor de Jair Bolsonaro, que, entre suas bandeiras eleitorais, prometia pôr fim na “mamata” da lei de incentivo cultural Rouanet.

Continua após a publicidade
.
Matéria da revista musical Billboard sobre a polêmica envolvendo Anitta e a “CPI dos sertanjes”. (//Reprodução)

“Ainda não é possível saber se houve alguma ilegalidade”, contou um porta-voz do Ministério Público de Mato Grosso à Billboard. “Para chegar a uma conclusão, muitas questões precisam ser levadas em conta, como analisar a real necessidade daquele contrato.” As investigações ainda estão nas fases iniciais. 

Recentemente, Anitta se pronunciou sobre o caso em suas redes sociais. “Não quero criar polêmica com esse assunto, não tenho nada contra os sertanejos. Não sou a favor de CPI contra sertanejos. Acho que precisa de mais investigações contra corrupção em geral no nosso país”, comentou em sua conta no Instagram.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.