Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Noblat Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Coluna
O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Justiça eleitoral e ejaculação precoce

Barrar candidatura que ainda não existe seria mais uma jabuticaba

Por Ricardo Noblat
Atualizado em 16 jul 2018, 07h00 - Publicado em 16 jul 2018, 07h00

Barrar candidatura que ainda não existe seria mais uma jabuticaba. A Justiça nativa tem sido pródiga em produzir jabuticabas. A mais recente delas, por sinal de péssimo gosto, permite que ministros do Supremo Tribunal Federal suspendam a execução de penas de condenados em segunda instância depois de o Supremo Tribunal Federal, por maioria de votos, ter delegado à segunda instância o poder de mandar prender quem condenou.

Tudo indica que está por florescer uma nova jabuticaba. Tem a ver com o julgamento por antecipação do pedido de registro da candidatura de Lula à presidência da República. Ele não será candidato porque a Lei da Ficha Limpa o impede. Mas o PT não pediu ainda o registro de sua candidatura – só o fará em meados de agosto. Não poderia pedir porque o prazo para registro não foi aberto. E, no entanto…

O Movimento Brasil Livre (MBL) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que Lula seja declarado imediatamente inelegível. O ministro Admar Gonzaga, escolhido por sorteio, será o relator do caso. E Gonzaga já disse mais de uma vez que negaria de ofício o pedido de registro da candidatura de Lula se ele lhe caísse no colo. Caiu, embora Gonzaga, por enquanto, esteja de férias.

O TSE será vítima de ejaculação judicial precoce se negar algo que ainda não existe. O pedido de registro da candidatura de Lula só existirá de fato quando chegar ao tribunal. Por lei, somente outro candidato, partido, coligação e o Ministério Público podem questionar candidaturas. O MBL não é nenhuma dessas coisas. Pura e simplesmente, seu pedido deve ser mandado à lata do lixo.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.