Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Noblat Por Coluna O primeiro blog brasileiro com notícias e comentários diários sobre o que acontece na política. No ar desde 2004. Por Ricardo Noblat. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Jarbas Vasconcelos está de saída do PMDB

Se filiará possivelmente ao PSD

Por Ricardo Noblat Atualizado em 4 abr 2018, 08h32 - Publicado em 3 abr 2018, 19h20

Quadro histórico do PMDB de Ulysses Guimarães e do combate ao regime militar de 64, duas vezes governador de Pernambuco, o deputado Jarbas Vasconcelos está de saída do partido antes que ele saia dele.

Até o próximo sábado, na companhia de Raul Henry, atual vice-governador do Estado, deputados, prefeitos e vereadores, Jarbas se filiará a outro partido, possivelmente o PSD, para ser candidato ao Senado em outubro.

A Executiva nacional do PMDB dissolveu o diretório do partido em Pernambuco que era comandado por Jarbas desde sempre. Um novo diretório será montado pelo senador Fernando Bezerra Coelho, ex-PSB.

Nos últimos seis meses, Jarbas brigou na Justiça contra a decisão da Executiva liderada pelo senador Romero Jucá (RR). Ganhou três liminares, a mais recente do ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo.

Ocorre que a qualquer momento poderá perder a briga. E, nesse caso, ficará impedido de disputar as eleições porque o PMDB, sob a administração de Bezerra Coelho, lhe negará a legenda. A saída de Jarbas é sair.

Continua após a publicidade

Ele apoia a candidatura do governador Paulo Câmara (PSB) à reeleição. Bezerra Coelho, se não for candidato ao governo, apoiará outro nome que se disponha a enfrentar Câmara.

 

Atualização das 8h16, em 4/4/2018:

Recebi do deputado Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) a nota que segue:

“Não faz o menor sentido a informação de que estou de saída do MDB. Como já é de conhecimento público travo uma batalha jurídica ao lado de Raul Henry, presidente estadual do PMDB de PE, e demais companheiros, para evitar o ato truculento e anti democrático que atualmente o presidente nacional do partido, o senhor Romero Juca, de dissolver o diretório estadual e assim servir ao seus interesses.

Confio na Justiça de Pernambuco e do País e sigo acreditando que ela irá se fazer presente para evitar tamanha violência dentro do partido que ajudei a fundar e no qual milito há mais de 40 anos. A divulgação desse tipo de informação, assim como a publicação nesta semana  de novas resoluções internas do partido, sao frutos de mais uma estratégia de Juca de fraldar e burlar a Justiça, e colocar seus planos escusos em prática visando as eleições deste ano.”

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês