Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

VEJA Meus Livros

Por Blog
Um presente para quem ama os livros, e não sai da internet.
Continua após publicidade

Ferreira Gullar conquista Prêmio Camões

Divulgação O Prêmio Camões, a mais importante premiação literária da língua portuguesa, foi concedido neste ano ao poeta brasileiro Ferreira Gullar, anunciou nesta segunda-feira o Ministério da Cultura de Portugal.  “É para um grande homem da lusofonia que o Prêmio Camões rende homenagem”, declarou em coletiva à imprensa a ministra portuguesa de Cultura, Gabriela Canavilhas. Nascido […]

Por Maria Carolina Maia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 31 jul 2020, 15h10 - Publicado em 31 Maio 2010, 22h12

Divulgação

O Prêmio Camões, a mais importante premiação literária da língua portuguesa, foi concedido neste ano ao poeta brasileiro Ferreira Gullar, anunciou nesta segunda-feira o Ministério da Cultura de Portugal.  “É para um grande homem da lusofonia que o Prêmio Camões rende homenagem”, declarou em coletiva à imprensa a ministra portuguesa de Cultura, Gabriela Canavilhas.

Nascido no dia 10 de setembro de 1930, José Ribamar Ferreira, conhecido como Ferreira Gullar, é “poeta, dramaturgo, cronista e tradutor, considerado entre as 100 personalidades brasileiras mais influentes na atualidade”, disse Canavilhas. A ministra falou ainda da importância de “sua atividade cívica e política como cidadão e autor”.

Ferreira Gullar publicou sua primeira coletânea de poemas em 1949. Dentro da Noite Veloz e Poema Sujo, da década de 1970, figuram entre suas obras mais famosas. Neste fim de semana, Gullar marcou presença no Festival da Mantiqueira, em São Francisco Xavier, onde falou sobre sua obra, sua relação com o movimento concretista e o tempo da literatura – que ninguém pode controlar.

Continua após a publicidade

O Prêmio Camões, de 100.000 euros, foi criado em 1988 por Portugal e Brasil para homenagear autores lusófonos que tenham contribuído para enriquecer o patrimônio cultural e literário de língua portuguesa. O prêmio foi outorgado antes aos portugueses Antonio Lobo Antunes (2007) e José Saramago (1995), ao brasileiro Jorge Amado (1994) e ao angolano Pepetela (1997).

(Com agência France-Presse)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.