Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Matheus Leitão Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog
Continua após publicidade

A bomba no colo de Lula no Ministério da Justiça

Entenda

Por Matheus Leitão Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 28 nov 2023, 18h18 - Publicado em 28 nov 2023, 13h52

O presidente Lula criou para si mesmo um problema de difícil solução: quem colocar no Ministério da Justiça após a indicação de Flávio Dino para o Supremo Tribunal Federal.

Se nomear o atual secretário-executivo da pasta, Ricardo Cappelli, fortalece demais o próprio Flávio Dino – fato que pode gerar reclamações na base do governo.

Se convidar o ex-ministro Ricardo Lewandowski, outro cotado para assumir a Justiça – só que separando a parte de Segurança Pública do ministério -, enfraquece muito pasta.

O PT quer o ministério, que está com uma GLO em pleno andamento na segurança pública, em parceria com o Exército, a Marinha e a Aeronáutica. Mas, se o presidente decidir pelo PT, fortaleceria muito o partido dentro do Lula-3.

Chance de Tebet?

Outra opção é a Simone Tebet. Se escolher a ministra do seu primeiro escalão, a Polícia Federal será entregue ao MDB, o que o PT não aceita.

Continua após a publicidade

Com escolha dela, abre-se também um flanco no Ministério de Planejamento. Se for um nome muito a esquerda dentro do PT, poderá criar vários problemas para o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, que busca o déficit zero.

A opção de pegar alguém de casa, como Jorge Messias, da AGU, ou o Vinícius Carvalho, da Controladoria-geral da União, soluciona parcialmente o problema, mas também pode gerar ciúmes entre aliados de outras matizes.

O quebra-cabeças de Lula

De qualquer forma, nesse final de ano, Lula criou um quebra-cabeças de difícil solução, já que Dino é considerado insubstituível.

É a famosa expressão “cobertor curto”. A verdade é que não existe solução fácil para o problema.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.