Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

‘Superpedido’ de impeachment amplia lista de crimes, mas não a de adesões

Novo documento enumera 23 acusações contra Bolsonaro, mas autores são os mesmos que já haviam assinado um dos 122 pedidos que estão nas mãos de Arthur Lira

Por Da Redação Atualizado em 1 jul 2021, 06h18 - Publicado em 30 jun 2021, 17h40

O propagandeado “superpedido” de impeachment de Jair Bolsonaro foi protocolado na tarde desta quarta-feira, 30, na Câmara dos Deputados e lista 23 crimes que teriam sido cometidos pelo presidente, desde erros no combate à pandemia a atentados contra a ordem institucional e a democracia.

Além de consolidar os crimes atribuídos ao presidente nos outros 122 pedidos protocolados anteriormente — e que aguardam decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) –, o novo requerimento inclui acusações novas, como as suspeitas envolvendo a compra da vacina indiana Covaxin e que entraram na mira da CPI da Pandemia.

No que toca aos autores do pedido, no entanto, o documento revela mais uma vez a dificuldade para ampliar o alcance do movimento pelo impeachment de Bolsonaro: os signatários são os mesmos que endossaram outros requerimentos contra o presidente. Além dos partidos de esquerda como PT, PSOL, PCdoB, Rede, PDT e outros, há entidades da sociedade civil, movimentos sociais e parlamentares isolados de outras legendas como os ex-aliados de Bolsonaro Joice Hasselmann (PSL-SP), Alexandre Frota (PSDB-SP) e Kim Kataguiri (DEM-SP) – veja lista completa abaixo.

Continuam ausentes os representantes dos partidos do chamado “centro democrático”, como MDB, DEM, PSD e PSDB, e do Centrão, o bloco parlamentar que dá sustentação a Bolsonaro no Congresso e do qual faz parte Arthur Lira, que não mostra disposição alguma de encaminhar nenhum dos pedidos.

Veja abaixo quem assinou a nova iniciativa contra Bolsonaro:

  • Mauro de Azevedo Menezes, membro da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD)
  • Tânia Maria de Oliveira, integrante Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD)
  • Sônia Guajajara, coordenadora-executiva da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib)
  • Inácio Lemke, presidente do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic)
  • Paulo Jerônimo de Sousa, presidente da Associação Brasileira de Imprensa (ABI)
  • Marco Aurélio de Carvalho, coordenador do Grupo Prerrogativas
  • Raimundo José Arruda Bastos, coordenador da Associação Brasileira de Médicos e Médicas pela Democracia (ABMMD)
  • Iago Montalvo Oliveira Campos, presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE)
  • Rozana Fonseca Barroso da Silva, presidente da União Brasileira de Estudantes Secundaristas (Ubes)
  • Cristina de Faria Cordeiro, presidente da Associação Juízes para a Democracia (AJD)
  • Gabriel Napoleão Velloso Filho, desembargador do Trabalho e integrante da Associação Juízes para a Democracia (AJD)
  • Claudia Maria Dadico, Associação Juízes para a Democracia (AJD)
  • Ana Paula Costa Barbosa, representante do Coletivo Defensoras e Defensores Públicos pela Democracia
  • Sheila Santana de Carvalho, da Coalizão Negra por Direitos
  • Douglas Belchior, da Coalizão Negra por Direitos
  • Symmy Larrat Brito de Carvalho, presidente da Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Travestis e Transexuais (ABGLT)
  • Vanessa Patriota da Fonseca, integrante do Fórum Social Mundial Justiça e Democracia (FSMJD)
  • Mauri José Vieira da Cruz, integrante do Fórum Social Mundial Justiça e Democracia (FSMJD)
  • Nalu de Faria da Silva, da Marcha Mundial das Mulheres
  • Maria Anna Eugênia do Valle Pereira Stockler, representante da 342 Artes
  • Raimundo Vieira Bonfim, coordenador-geral da Central de Movimentos Populares
  • Guilherme Boulos, coordenador da Frente Povo Sem Medo
  • Alex Sandro Gomes, presidente da Associação Nacional das Torcidas Organizadas do Brasil (Anatorg)
  • João Paulo Rodrigues Chaves, do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST)
  • José Reginaldo Inácio, presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST)
  • Adilson Gonçalves de Araújo, presidente nacional da Central de Trabalhadores e Trabalhadores do Brasil (CTB)
  • Edson Carneiro da Silva, presidente da Intersindical Central da Classe Trabalhadora
  • Sérgio Nobre, presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT)
  • Atnágoras Teixeira Lopes, da Central Sindical e Popular Conlutas
  • Miguel Eduardo Torres, presidente da Força Sindical
  • José Gozze, presidente nacional da Pública Central do Servidor
  • Edmilson Silva Costa, secretário-geral do PCB
  • Carlos Siqueira, presidente nacional do PSB
  • Gleisi Hoffmann, presidente nacional do PT
  • José Maria de Almeida, presidente nacional do PSTU
  • Juliano Medeiros, presidente nacional do PSOL
  • Carlos Lupi, presidente nacional do PDT
  • Leonardo Pericles Vieira Roque, presidente nacional da Unidade Popular (UP)
  • Luciana Santos, presidente nacional do PCdoB
  • Rui Costa Pimenta, presidente da Executiva Nacional do PCO
  • Heloísa Helena, presidente da Rede Sustentabilidade
  • Wesley Elderson Diógenes Nogueira, da Rede Sustentabilidade
  • Roberto Freire, presidente Nacional do Cidadania
  • Joice Hasselmann, deputada federal (PSL-SP)
  • Kim Kataguiri, deputado federal (DEM-SP)
  • Alexandre Frota, deputado federal (PSDB-SP)
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.