Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

RS: Leite lidera, e Onyx vê candidato do PT se aproximando na reta final

Deputado estadual Edegar Pretto, que tem o apoio de Lula, subiu quatro pontos em uma semana, segundo o Real Time Big Data

Por Da Redação
30 set 2022, 16h35

A nova pesquisa sobre o governo do Rio Grande do Sul divulgada nesta sexta-feira, 30, pelo instituto Real Time Big Data posiciona o ex-governador Eduardo Leite (PSDB) em primeiro lugar, com 40%, seguido pelo deputado federal Onyx Lorenzoni (PL), que tem 28%, e o deputado estadual Edegar Pretto (PT), com 16%. A margem de erro é de três pontos para mais ou para menos.

Os números servem de alerta para a campanha de Onyx, que viu Pretto crescer quatro pontos percentuais em uma semana, enquanto o deputado federal cresceu apenas um. A tendência no levantamento do Real Time segue a apresentada pela pesquisa Ipec de segunda-feira, 26, que mostrou que o petista cresceu cinco pontos na última semana e diminuiu sua diferença para Lorenzoni de dezesseis para dez pontos.

Edegar Pretto tem como cabos eleitorais o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que lidera no estado, e o ex-governador Olívio Dutra (PT), que está na frente nas pesquisas ao Senado. Já Onyx é apoiado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) e pelo vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos), que é candidato a senador pelo Rio Grande do Sul. Leite, que concorre a um novo mandato após ter renunciado ao cargo em abril (quando ainda sonhava em ser candidato a presidente), é a terceira via no estado..

Outro bolsonarista na disputa, o senador Luis Carlos Heinze (PP) soma 4% das intenções de voto. Os demais candidatos não passam de 2%. São 4% de brancos e nulos e 4% que não sabem ou não responderam.

Continua após a publicidade

Votos válidos

Apesar de chegar nos 40% dos votos totais, a pesquisa não aponta chances de Leite liquidar a fatura no primeiro turno. Entre os votos válidos, ele soma 43% — e precisaria da metade mais um. Onyx tem 30% e Edegar tem 18%.

O Real Time Big Data ouviu 1.000 eleitores entre 28 e 29 de setembro, e cadastrou a pesquisa no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número RS-05162/2022.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.