Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Quem é o policial que matou um torcedor por causa de uma pizza no RJ

Marcelo de Lima é policial penal, bolsonarista e fez posts antivacina durante a pandemia de Covid-19

Por Da Redação
Atualizado em 7 abr 2023, 14h18 - Publicado em 3 abr 2023, 12h18

O policial penal Marcelo de Lima foi preso no sábado, 1º, acusado de matar a tiros um torcedor do Fluminense em um bar na Tijuca, no Rio de Janeiro, após a partida com o Flamengo. Segundo testemunhas, o agente atirou nove vezes no cinegrafista Thiago Leonel Fernandes depois de uma discussão por causa de uma pizza. Também foi atingido Bruno Tonini Moura, que foi levado para um hospital. Não há informações sobre seu estado de saúde.

O policial passou por audiência de custódia no domingo, 2, e teve a prisão em flagrante convertida em preventiva. Segundo o juiz Bruno Rodrigues Pinto, não há elementos que comprovem que Marcelo agiu em legítima defesa, como alegam seus advogados. 

Servidor da Secretaria de Administração Penitenciária do Rio, Marcelo de Lima é um “bolsonarista raiz”. Nas redes sociais, se diz cristão e compartilha mensagens em defesa do ex-presidente Jair Bolsonaro e contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a esquerda. Nas eleições de 2018, o servidor colocou um filtro com o slogan e o número do então candidato Bolsonaro em sua foto de perfil do Facebook, em que posa com o uniforme da polícia penal e uma arma longa.

Em outras publicações, Marcelo fez ataques ao Supremo Tribunal Federal e aos ministros Gilmar Mendes e Rosa Weber, a quem chamou de “comunistas asquerosos”. Também compartilha posts transfóbicos, críticas à TV Globo e a artistas como a cantora Anitta e o ator Wagner Moura, que declararam voto em Lula em 2022. Durante a pandemia, o policial penal postou diversas mensagens antivacina e notícias falsas sobre o imunizante contra a Covid-19.

Continua após a publicidade

Comoção

Em nota divulgada em suas redes sociais, o Fluminense lamentou a morte de Thiago, manifestou torcida pela recuperação de Bruno e pediu que “os fatos sejam apurados com rigor e o responsável, punido”.

Thiago era cinegrafista e participou de trabalhos do Grupo Globo. Artistas que o conheciam manifestaram pesar. “Que tristeza! Muita luz para esse cara tão especial”, escreveu a atriz Fernanda Paes Leme. “Meu Deus!!! Thiago é pura luz!!! Tristeza”, postou o ator José Loreto. Outra atriz que lamentou o episódio foi Débora Secco: “Sem acreditar”.

Continua após a publicidade

Ele também integrava o Samba Pra Roda, grupo que fundou com amigos. “Perdi um amigo, um irmão, uma das pessoas mais geniais e talentosas que eu já conheci, que me ensinou tantas coisas nas ladeiras desse morro”, escreveu Omar Monteiro, dono do Bar do Omar, localizado próximo ao Morro do Pinto no bairro Santo Cristo, onde o grupo costumava se apresentar.

(Com Agência Brasil)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.