Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Deputado que tatuou nome de Temer levou quase R$ 5 mi em emendas

Wladimir Costa (SD-PA) recebeu R$ 4,7 milhões do governo em junho, após denúncia contra presidente chegar à Câmara; antes, não havia obtido nem R$ 300 mil

Por Da Redação
Atualizado em 1 ago 2017, 11h24 - Publicado em 31 jul 2017, 19h41

A tatuagem com o nome de Michel Temer (PMDB) pode não ter custado só os 1.200 reais que o deputado federal Wladimir Costa (SD-PA) diz pago ao tatuador e parcelado em seis vezes no cartão de crédito. Segundo levantamento da ONG Contas Abertas, a simpatia do parlamentar pelo presidente também foi construída à base de algum agrado: só em junho, mês que antecedeu a votação da denúncia por corrupção passiva contra Temer na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o congressista recebeu 4,79 milhões de reais em emendas parlamentares.

A cota destinada a Costa cresceu consideravelmente desde que a Procuradoria-Geral da República (PGR) enviou a denúncia por corrupção passiva contra Temer para a Câmara dos Deputados analisar. Nos meses anteriores, o deputado não havia angariado nem 300 mil reais para as suas causas – foram 51.814 reais em março e 248.185 reais em abril.

As emendas parlamentares são recursos com previsão no Orçamento federal e têm a aplicação indicada por cada congressista em obras e projetos em municípios de seus estados. Uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) aprovada em 2015 tornou obrigatório ao governo o pagamento das emendas parlamentares, cujos valores devem ser desembolsados ao longo do ano.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.