Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Após exame inconclusivo, suposta bomba é detonada no aeroporto de Brasília

Artefatos envoltos por fitas adesivas foram submetidos a avaliação por scanner antes de serem detonados; local já foi palco de atentado em dezembro de 2022

Por Da Redação Atualizado em 9 Maio 2024, 12h18 - Publicado em 16 abr 2024, 14h36

A Polícia Militar do Distrito Federal e o Corpo de Bombeiros foram acionados após uma ameaça de bomba nas proximidades do Aeroporto Internacional de Brasília na manhã desta terça-feira, 16. Dois pacotes suspeitos foram deixados na área de estacionamento, ao lado de uma locadora de veículos. 

De acordo com o major da Polícia Militar Michello Bueno, os artefatos estavam envoltos em fita, passaram pelo scanner do Batalhão de Operações Especiais, mas o resultado foi inconclusivo. Com isso, os pacotes foram detonados.

“O esquadrão antibombas realizou a análise dos objetos através de scanner, com resultado inconclusivo, levando-se a decisão de uma detonação controlada para abertura e reanálise dos destroços. O resultado permaneceu inconclusivo. O artefato foi detonado e o local preservado para análise pericial através da PCDF”, informou a PM em nota. 

A área de estacionamento foi bloqueada por algumas horas para que o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal e o esquadrão antibombas da PMDF agissem, mas foi liberado no início desta tarde. O episódio não afetou os voos, e o aeroporto opera normalmente, sem atrasos ou cancelamentos. 

Continua após a publicidade

Ataques golpistas

Não é a primeira vez que há uma ameaça de bomba em Brasília. Em 24 de dezembro de 2022, as autoridades foram acionadas para investigar um artefato explosivo em uma caixa encontrada na via que dá acesso ao Aeroporto de Brasília.

No mesmo dia, a polícia prendeu o suspeito de ter montado a bomba, o empresário George Washington, de 54 anos. Em depoimento, ele afirmou que o plano era “dar início ao caos” que levaria à “decretação do estado de sítio no país”. Foi condenado a nove anos e quatro meses de prisão. O blogueiro bolsonarista Wellington Macedo de Souza também foi condenado a seis anos de prisão por participar do crime. 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.