Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
José Casado Por José Casado Informação e análise

Uma disputa eleitoral sem limite para a idade

Três dos 11 candidatos à presidência da República têm mais de 75 anos. Ontem, o União Brasil anunciou Luciano Bivar, de 77 anos

Por José Casado Atualizado em 15 abr 2022, 09h29 - Publicado em 15 abr 2022, 08h00

Luciano Bivar é o mais novo nome na lista de candidatos a presidente da República, confirmado ontem, em nota pública do União Brasil.

O partido é presidido por Bivar, deputado federal. Foi para onde levou Sergio Moro, ex-juiz da Lava Jato, que esperava ser o candidato.

Não deu, por razões inexplicáveis pela razão política: Moro aparecia em terceiro lugar, com até 9% nas pesquisas de intenção de voto; Bivar teve 0,06% dos votos (exatos 62.064) quando se candidatou à presidência em 2006, defendendo ideias como a instalação de um “miniquartel” em cada favela do país.

Aos 77 anos, o pernambucano Bivar agora é o rosto do União Brasil na “renovação política” brasileira. É o segundo mais velho da lista de 11 candidatos já anunciados.

Perde para o gaúcho José Maria Eymael, um democrata cristão de 82 anos que está no páreo da presidência pela sexta vez. Ele se diz “da vanguarda” e celebra o fato de que, de novo, disputa com outro integrante da Assembleia Constituinte.

É Lula, que completou 76 anos de idade e já passou 43% da vida como candidato presidencial único e permanente do Partido dos Trabalhadores — situação incomum nas democracia ocidentais.

Líder isolado na unanimidade das pesquisas, Lula mudou sua forma de fazer campanha. Tem evitado as ruas, dá preferência a comícios em ambientes fechados, controlados pelos aliados, e em todos repete que se sente “cheio de energia” para a batalha eleitoral.

O trio Lula, Eymael e Bivar tem mais de 75 anos e representa 27% da atual lista de candidatos à renovação do governo. Lula, sozinho, carrega mais de 40% das intenções de voto nas pesquisas. Guardadas as distinções, eles demonstram, a exemplo do presidente americano Joe Biden (79 anos), que não existe limite de idade no ativismo político. A fronteira entre o envelhecimento e a modernidade é definida pelas ideias de cada um.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)