Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

CannabiZ

Por André Sollitto e Ricardo Amorim
Novidades e reflexões sobre o mercado da cannabis legal, no Brasil e no mundo
Continua após publicidade

O que dizem os presidenciáveis sobre a legalização da maconha

Embora o tema tenha sido ignorado durante boa parte da campanha, é possível saber como pensa cada um dos candidatos

Por André Sollitto Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 26 set 2022, 12h02 - Publicado em 26 set 2022, 11h37

Ao longo de toda a campanha deste ano, o tema da legalização da maconha e de outras drogas foi praticamente ignorado por quase todos os presidenciáveis. As poucas menções ao tema em seus programas de governo são feitas de forma vaga, e o assunto não teve nenhuma relevância em debates.

A descriminalização e a legalização da maconha e de outras drogas só ganhou espaço na campanha em outras esferas do poder. Há uma tentativa, ainda tímida, de tentar criar uma “bancada da maconha“. André Barros (Psol-RJ) e Dário de Moura (Psol-MG) são dois dos candidatos a deputado federal que defendem a ideia.

A seguir, o blog fez um apanhado da posição de cada um dos presidenciáveis, com dados compilados a partir de planos de governo e declarações feitas em sabatinas ou lives. Há menos de uma semana para a eleição, é importante saber como pensam os candidatos.

Jair Bolsonaro (PL)
Já se posicionou em diversas ocasiões contrário à legalização da maconha e já deu declarações falsas sobre a mudança da legislação em outros países.

Lula (PT)
Não entra em detalhes sobre posição. Diz apenas que o “atual modelo bélico de combate às drogas será substituído” e que é necessário criar uma “nova política sobre drogas”.

Continua após a publicidade

Ciro Gomes (PDT)
Quando perguntado sobre a legalização da maconha, se disse contra.

Simone Tebet (MDB)
É contra a legalização das drogas. Mas já afirmou que sua vice, Mara Gabrilli, tem como um dos objetivos analisar o potencial da cannabis para fins medicinais.

Soraya Thronicke (União Brasil)
É contra a legalização da maconha.

Luiz Felipe d’Avila (Novo)
É contra a legalização da maconha.

Continua após a publicidade

Léo Péricles (UP)
Não menciona o tema em seu programa de governo.

José Maria Eymael (DC)
É contra a legalização. Para ele, as drogas são um problema de segurança pública.

Sofia Manzano (PCB)
É favor da descriminalização do uso de drogas e legalização da maconha e afirma que colocará um “fim na guerra aos pobres”.

Vera Lúcia (PSTU)
É a favor da descriminalização do uso e legalização de todas as drogas que podem ser usadas para fins medicinais.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.