Clique e Assine VEJA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Augusto Nunes

Por Coluna Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Haddad sonha com a volta da política externa da canalhice

O democrata de araque faz o diabo para esconder a admiração pela tirania bolivariana que destruiu a Venezuela

Por Augusto Nunes Atualizado em 1 out 2018, 22h19 - Publicado em 1 out 2018, 19h08

A fantasia de defensor da democracia improvisada por Fernando Haddad fica em frangalhos quando confrontado com a pergunta elementar: caso fosse eleito presidente, o que faria o poste fabricado por Lula para ajudar o povo da Venezuela a sobreviver a uma ditadura que sempre teve como comparsa o partido do candidato?

Aspas para a mais recente resposta de Haddad: “Os governos do PT nunca tomaram partido quando há conflito, aberto ou não, em países da região. E eu acho essa posição correta do ponto de vista da diplomacia”. Haja cinismo. Ministro da Educação de Lula e Dilma, Haddad foi testemunha privilegiada da opção preferencial pelo chavismo feita pela turma a que pertence o pau mandado do presidiário de Curitiba.

Os governos petistas submeteram-se durante 13 anos aos desejos, preferências e vontades de Hugo Chávez e Nicolás Maduro. Lula discursou em comícios de Chávez, Dilma se meteu nas campanhas de Maduro. A vassalagem chegou ao clímax quando a embaixada brasileira em Honduras foi transformada na pensão de Manuel Zelaya, o canastrão deposto depois de tornar-se um sabujo do chavismo.

Ao contrário do que recita Haddad, os governos petistas se intrometeram em todos os conflitos ocorridos na região. E, invariavelmente, escolheram o lado errado, aliando-se a populistas de botequim e tiranetes de galinheiro. É o que faria o democrata de araque se conseguisse chegar ao Planalto. Ele sonha com a ressurreição da política externa da canalhice.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 49,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.