Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Furacão Rina ganha força a caminho do México

Por Ho - Atualizado em 6 maio 2016, 16h56 - Publicado em 25 out 2011, 20h14

O furacão Rina passou à categoria dois da escala Saffir-Simpson (1 a 5) nesta terça-feira, em seu avanço em direção à península mexicana de Yucatán, ameaçando os balneários de Cancun e Cozumel, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC), com sede em Miami.

Nas últimas horas, Rina chegou a ventos firmes de 175 km por hora e pode se transformar em “furacão maior” esta noite ou na madrugada de quarta-feira, antes de atingir a costa mexicana, na manhã de quinta.

“Rina se fortalece lentamente e há previsão para sua chegada à costa leste da Península de Yucatán na noite de quarta-feira ou manhã de quinta”, destaca o NHC às 19H00 (Brasília).

O furacão está no momento a 440 km a leste-sudeste de Chetumal, na costa mexicana, e a 440 km a sudeste de Cozumel, se deslocando em direção oeste a 6 km por hora.

Publicidade

Na Nicarágua, 25 pescadores e 4 marinheiros que desapareceram no domingo no Caribe durante uma operação de evacuação pela ameaça do Rina foram encontrados e resgatados “sãos e salvos” após 28 horas de busca.

Os náufragos chegaram “sãos e salvos” na madrugada desta terça-feira ao cais de Bilwi, capital da Região Autônoma do Atlântico Norte (Raan), segundo a Defesa Civil na região.

Publicidade