Clique e assine a partir de 9,90/mês

A mais antiga arte chinesa já encontrada

Arqueólogos descobriram na China uma pequenina estátua de um pássaro, muitíssimo bem produzida

Por Sabrina Brito - 11 Jun 2020, 15h39

De acordo com um artigo publicado no último dia 10 no periódico científico PLOS ONE, arqueólogos acabam de encontrar os artefatos artísticos chineses mais antigos já descobertos. Trata-se de uma miniatura de pássaro, feita a partir de osso queimado e com menos de dois centímetros de comprimento.

A estimativa da equipe internacional envolvida na descoberta é de que o item seja de 13,8 a 13 mil anos atrás. Até agora, pensava-se que a escultura animal mais antiga do leste asiático era de apenas 5 milênios atrás.

A miniatura foi encontrada na província chinesa de Henan e ilustra uma ave em cima de um pedestal. Segundo especialistas, os detalhes e a forma da arte indicam que o escultor era um verdadeiro artista.

No entanto, a idade da miniatura não faz sombra à dos primeiros objetos esculpidos por seres humanos. Tratam-se de figuras de animais e pessoas produzidas a partir do mármore de mamutes há aproximadamente 40 mil anos.

Continua após a publicidade

A função exata da pequenina escultura de pássaro jamais será precisada. Contudo, os pesquisadores estipulam que, devido ao tamanho diminuto do objeto (pequeno demais para ser exposto), é possível que seu dono o carregasse consigo, dentro de um tipo de bolsa.

Publicidade