Clique e assine com até 92% de desconto

Tumor de Jefferson tem ‘foco maligno’, diz médico

Por Da Redação 1 ago 2012, 14h35

Por Luciana Nunes Leal

Rio – Na véspera do início do julgamento do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-deputado Roberto Jefferson, um dos 38 réus no processo, foi informado de que há um “foco maligno” no tumor retirado do pâncreas em cirurgia no último sábado. Exame preliminar realizado no mesmo dia da cirurgia havia indicado que o tumor não era maligno, porém a análise patológica mais detalhada indicou a presença do câncer.

“Dentro do tumor de 4,9 centímetros, há um foco maligno de menos de 2 centímetros. É um estágio muito inicial”, afirmou nesta quarta-feira o cirurgião geral Ribamar Azevedo, que atende o ex-deputado.

Segundo o médico, Jefferson será examinado pelo oncologista Daniel Tabak, que vai orientar o paciente sobre o tratamento indicado. Azevedo disse que “possivelmente” será necessário algum tipo de tratamento quimioterápico. Informações mais precisas da doença serão prestadas por Ribamar e sua equipe, em entrevista prevista para amanhã.

O anúncio oficial do resultado do exame será divulgado ainda na tarde desta quarta-feira, em boletim do Hospital Samaritano, onde Jefferson foi operado e está internado.

Pivô do mensalão, Roberto Jefferson, de 59 anos, denunciou o esquema de pagamento de propina a deputados governistas em junho de 2005 e teve o mandato cassado em setembro do mesmo ano. O ex-deputado é presidente nacional do PTB.

Continua após a publicidade
Publicidade