Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Testemunha afirma ter visto policiais atirando em Juan

Menino foi assassinado a tiros em junho de 2011. Jovem que foi baleado prestou depoimento e deu detalhes do momento em que PMs atiraram

Baleado em junho do ano passado, na mesma noite em que foi morto o menino Juan, na Baixada Fluminense, um jovem de 20 anos afirmou à Justiça, na tarde de quarta-feira, que viu o momento em que policiais militares atiraram contra o menino. O depoimento ocorreu na audiência de instrução e julgamento do caso. Quatro policiais militares são réus no processo. A informação foi publicada nesta quarta-feira pelo jornal carioca O Dia.

No momento em que os PMs entravam na favela Danon, em Nova Iguaçu, o jovem estava correndo em uma viela. Ele afirma ter visto Juan passar por ele e, em seguida, ouviu “mais de 30 tiros”. Em seguida, viu Juan caído e ele próprio foi baleado.

A defesa dos policiais tentou desqualificar a testemunha, afirmando que ele teria envolvimento com drogas. O jovem admitiu ter sido usuário de drogas e o depoimento foi validado. O rapaz foi incluído no Programa de Proteção à Testemunha.