Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fortes chuvas deixam sete mortos na Grande São Paulo

Temporal provocou caos na região nesta segunda-feira com transbordamentos de rios, enchentes, quedas de árvores e desabamentos

As chuvas fortes que atingiram a capital paulista e o Grande ABC ao longo da noite de domingo e na madrugada desta segunda-feira, 11, deixaram sete mortos. Três deles foram encontrados afogados e os outros quatros são vítimas do desabamento de uma residência em Ribeirão Pires. As informações foram confirmadas pelo Corpo de Bombeiros.

O desabamento de uma casa na Rua Caiçara, por volta de 23h43, deixou quatro vítimas fatais. Dois corpos, que estavam desaparecidos, foram localizados no local e estão sendo removidos. Duas pessoas já tinham sido encontradas sem vida e outras duas foram resgatadas.

Segundo a nota, as equipes de socorro do Corpo de Bombeiro e Defesa Civil municipal e estadual trabalham na remoção dos corpos. “Por volta de dez famílias residentes do entorno do imóvel atingido pelo deslizamento foram retiradas da área. Equipes da Assistência Social estão realizando identificação, orientação e suporte às famílias”, informou a Prefeitura.

O município de Ribeirão Pires foi atingido por uma forte chuva, sem interrupção. Além da residência na Rua Caiçara, foram registradas ocorrências como quedas de árvores, pontos de alagamento e nove deslizamentos de terra em diferentes regiões. A Prefeitura disse que está atuando nas ocorrência considerando pontos de maior gravidade.

Chuvas

A forte chuva também atingiu as outras cidades da região do Grande ABC e a capital paulista. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, entre 00h01 e 6h30 desta segunda-feira, foram registrados 698 pontos de enchentes e alagamentos na cidade de São Paulo, transbordamentos de rios, 78 acionamentos de quedas de árvores e 76 desmoronamentos e desabamentos.

A circulação da Linha 10-Turquesa, que tem como terminal o Rio Grande da Serra – cidade próxima à Ribeirão Pires – e a estação da Luz está em circulação interrompida, de acordo com a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Não há previsão de normalização. A prefeitura de São Paulo suspendeu o rodízio de carros desta segunda.

A cidade de São Paulo entrou em estado de atenção para alagamentos, por conta das chuvas, de acordo com o Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas (CGE). Algumas a subprefeituras entraram em estado de alerta durante a noite a madrugada, como a do Ipiranga, onde o Rio Tamanduateí entrou em iminência de transbordar às 22h02. O bairro do Ipiranga ainda está em estado de alerta.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Rubens Romano

    Cadê o Bruno Covas?

    Curtir