Clique e assine com até 92% de desconto

Preso homem que matou estudante em ponto de ônibus

Rafael Inácio Alcântara é acusado de outros quatro ataques, todos na Avenida Interlagos, Zona Sul de São Paulo

Por Da Redação 7 jun 2013, 12h56

A polícia apresentou na manhã desta sexta-feira Rafael Inácio Alcântara como o assassino da estudante Gabriela de Souza Teixeira, de 17 anos. A garota foi atacada em um ponto de ônibus na Avenida Interlagos, Zona Sul de São Paulo, no dia 19 de maio. Enquanto a estudante aguardava o ônibus, o criminoso se aproximou e a esfaqueou no pescoço. Não houve tentativa de assalto, e a menina morreu antes de chegar ao hospital.

Alcântara foi preso na noite desta quinta-feira em Santo Amaro e, segundo a Secretaria de Segurança Pública, confessou o crime. Ele também é acusado por outras quatro agressões a jovens que estavam em pontos de ônibus.

De acordo com os policiais, o acusado foi reconhecido graças à divulgação de um retrato falado, feito pelas testemunhas que estavam aguardando o ônibus junto com Gabriela. A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo informou que o criminoso teve decretada prisão temporária por 30 dias. Segundo o SP TV, Alcântara afirmou à polícia que ouvia vozes que ordenavam os ataques.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade