Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Prefeitura vai ampliar área de rodízio de carros

Serão incluídas 46 vias no rodízio municipal nas Zonas Leste, Norte e Sul

A prefeitura de São Paulo vai incluir 240 quilômetros de vias na área do rodízio municipal de veículos, atingindo os principais corredores fora do centro expandido. É a primeira vez que a restrição será ampliada desde sua criação, em 1997.

A proposta da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) é que a nova regra tenha início à medida em que avançar a instalação de faixas exclusivas de ônibus da cidade – o que permitiria restringir mais vias por etapas. A gestão Fernando Haddad (PT) quer construir 150 quilômetros de faixas exclusivas. Os corredores de ônibus vão ficar justamente nas áreas localizadas fora do minianel viário que delimita o rodízio de carros.

O rodízio continuará valendo apenas nos horários de pico – das 7h às 10h e das 17h às 20h – e o dia da semana em que o veículo não pode rodar também não mudará.

Ao todo, serão incluídas 46 vias no rodízio municipal – com destaque para locais de grande fluxo, como as Avenidas Interlagos, Teotônio Vilela e Jornalista Roberto Marinho, na Zona Sul; Aricanduva, Jacu-Pêssego e Radial Leste, na Zona Leste; Inajar de Souza, General Edgar Facó, Brás Leme e Engenheiro Caetano Álvares, na Zona Norte. Além de estar fora da área atual do rodízio, essas vias têm em comum o fato de ficarem na área do trânsito “invisível” da cidade, que não entra na contagem oficial da CET.

Leia também:

Prefeitura de SP quer que todo radar flagre rodízio

Dinheiro das multas serve até para bancar café na CET

Prefeitura de SP arrecadou R$ 800 mi com multas de trânsito em 2012

Cenários – A CET tem usado simuladores de tráfego para estimar qual seria o impacto da ampliação do rodízio. A conclusão é de que a velocidade média dos carros na cidade toda melhoraria 15%, passando de 17,3 quilômetros por hora para vinte quilômetros por hora. Esse pequeno aumento, segundo os técnicos, já melhoraria os congestionamentos em 11%, aproximadamente.

Levando em consideração apenas os novos corredores que seriam incluídos na restrição, os ganhos seriam ainda maiores: 20% de melhoria. A CET fez uma outra análise para possível ampliação do rodízio, aumentando a quantidade de dias de restrição – cada carro teria de ficar na garagem ao menos duas vezes por semana. O resultado, no entanto, foi que os impactos na cidade toda seriam menores.

(Com Estadão Conteúdo)