Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Prefeitura de SP foi avisada sobre risco em viaduto que cedeu, diz jornal

Segundo 'O Estado de S. Paulo', um comunicado do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) alertava sobre problemas na estrutura três meses antes

Por Da Redação - Atualizado em 7 fev 2019, 08h14 - Publicado em 7 fev 2019, 03h31

A prefeitura de São Paulo, na gestão de Bruno Covas (PSDB), foi avisada sobre o risco de desabamento do viaduto que cedeu na marginal Pinheiros, zona oeste da cidade, em novembro de 2018, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com a publicação, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão da Secretaria Estadual de Transportes, emitiu um aviso três meses antes do incidente, alertando sobre danos nos pilares e nas estruturas de concreto da ponte. O aviso foi dado após inspeção visual da estrutura e assinado pelo superintendente do DER, Raphael do Amaral Campos Júnior, que o endereçou ao secretário municipal de Infraestrutura Urbana e Obras, Vitor Aly.

O superintendente solicitou “providências no sentido de intervir” no viaduto, de forma a que “tenha as adequadas condições de segurança”. O ofício, datado do dia 1.º de agosto, tinha uma lista com os problemas: “excentricidades (desvios) nos apoios com juntas de dilatação”, “fissuras nas cabeças de alguns pilares” e “concreto desagregado e com armaduras expostas”.

Por meio de nota, a prefeitura informou que “[Vitor] Aly compareceu ao MP, representando a Prefeitura, que permanece à disposição para quaisquer esclarecimentos que os procuradores (promotores) julguem necessários”.

Publicidade