Clique e assine a partir de 9,90/mês

Polícia do Rio acha 40 milhões de bolívares venezuelanos em favela

Dinheiro estava em malas espalhadas nos bancos e porta-malas de dois carros roubados na comunidade do Caju; principal suspeita envolve o tráfico de drogas

Por Da Redação - 13 Mar 2017, 19h57

A Polícia Civil apreendeu na favela do Caju, zona portuária do Rio de Janeiro, cerca de 40 milhões de bolívares venezuelanos, o equivalente a R$ 12 milhões pelo câmbio atual. Segundo a delegacia de São Cristóvão, que apura o caso, o dinheiro estava em várias malas espalhadas nos bancos e no porta-malas de dois carros roubados.

A polícia chegou à favela depois de receber denúncia anônima. Na ação, houve troca de tiros com traficantes da região, mas ninguém foi preso ou ferido. Os carros e o dinheiro foram levados para a delegacia.

De acordo com o delegado André Neves, que coordenou a operação, a Polícia Civil ainda não sabe qual será a destinação do dinheiro: se as notas serão contadas na própria delegacia com auxílio da polícia técnica ou se vão ser encaminhadas para a Superintendência da Polícia Federal, no Rio.

Os agentes guardaram o dinheiro em sala e esperam ordens da cúpula da Polícia Civil para definir o que fazer. Os policiais suspeitam que o dinheiro apreendido tenha ligação direta com o tráfico de drogas, mas, como não é um valor de fácil transação no mercado, é preciso aprofundar as investigações para saber o destino final dos bolívares.

Continua após a publicidade

(Com Agência Brasil)

 

Publicidade