Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ônibus escolar com 40 crianças é sequestrado no Rio

Ladrões de carro em fuga invadiram posto de saúde e atiraram em uma mulher. Veículo de excursão com estudantes foi usado por um dos criminosos para chegar a uma favela

Uma mulher foi baleada dentro de uma unidade de saúde e um ônibus escolar com 40 crianças foi sequestrado, na tarde desta terça-feira, durante uma perseguição da polícia a dois bandidos por diversas ruas da zona norte do Rio de Janeiro. Um dos criminosos foi baleado durante o tiroteio e morreu.

A confusão começou por volta das 14h30, quando uma viatura do 41º BPM (Irajá) que estava na Avenida Automóvel Clube iniciou uma perseguição a dois suspeitos de roubar um carro. Os policiais receberam a informação de que dois bandidos haviam roubado um Gol cinza, no bairro de Fazenda Botafogo. Houve troca de tiros, e os ladrões abandonaram o veículo na Rua Ouseley, no bairro de Coelho Neto. Houve novo tiroteio e o ladrão que dirigia o carro roubado foi baleado. Ele foi levado ao Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, mas não resistiu.

O segundo bandido invadiu a pé o Posto de Atendimento Médico (PAM) de Coelho Neto e manteve pacientes reféns. Uma mulher de 33 anos foi usada como escudo pelo criminoso. Os policiais cercaram o PAM e tentaram negociar com i bandido. Não houve sucesso na conversa, e o criminoso atirou no abdômen da vítima antes de pular o muro que separa a unidade médica de um colégio particular. A mulher, ainda não identificada, também foi levada ao Hospital Carlos Chagas, onde seria operada.

Na escola, o criminoso invadiu um ônibus que levaria cerca de 40 alunos para uma excursão. O ladrão obrigou o motorista a levá-lo ao Morro da Pedreira, no bairro de Costa Barros, também na zona norte. Num dos acessos à favela, ele desceu do coletivo e fugiu. Professores que estavam no ônibus conseguiram distrair as crianças, que não perceberam o que havia acontecido. Às 17h, o ônibus já havia sido liberado. A Secretaria Estadual de Saúde informou que o atendimento no PAM foi suspenso nesta terça-feira. As consultas marcadas serão reagendadas.

(Com Agência Estado)