Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Moro declara solidariedade a Damares após ofensa de Kakay

Ministro da Justiça disse à ministra para ignorar as críticas, pois elas vêm de pessoas preconceituosas e limitadas

Por Eduardo Gonçalves Atualizado em 2 fev 2020, 17h11 - Publicado em 1 fev 2020, 13h44

O ministro da Justiça, Sergio Moro, foi ao Twitter neste sábado para declarar solidariedade à ministra da Mulher e Direitos Humanos, Damares Alves, e criticar o advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, conhecido defensor de réus da Operação Lava Jato.

Sem citar nominalmente Kakay, Moro disse que as ofensas vêm de “pessoas limitadas” e que têm preconceito por ela ser “mulher, evangélica e ministra”. O advogado criminalista é um desafeto de Moro, a quem já chamou de “ativista político” que “envergonha o Poder Judiciário”.

Em um grupo privado de juristas no WhatsApp, Kakay fez comentários de baixo calão sobre a bandeira de abstinência sexual proposta por Damares a para combater a gravidez precoce. “Foi uma pena os pais desta idiota não terem feito o que ela prega. Se não tivessem trepado, estaríamos livres dela”, escreveu ele.

Alguns seguidores do chat repudiaram fala de Kakay. Trechos da conversa foram vazados e chegaram à ministra, que acionou a Advocacia Geral da União (AGU) para processar o advogado.

A VEJA, Kakay disse que não teve a intenção de ofendê-la. “A ministra terá que acionar metade do Brasil, por tudo o que li na imprensa sobre a proposta mais recente dela, violentamente criticada por todo o país. Mas se insistir nisso, deverá se cuidar para não cometer o crime de denunciação caluniosa, pois sua assessoria jurídica certamente sabe que não existe crime e dos riscos de uma falsa acusação. De qualquer forma é certo que não tive a intenção de ofendê-la, ao contrário, pois estava falando de uma possível ‘vantagem’ da absurda tese dela”, afirmou ele.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)